Você está em: Assessoria Econômica > Notícias

Assessoria Econômica

Notícias

BCE troca bônus grego por novos títulos

O Banco Central Europeu (BCE) vem trocando seus bônus gregos por novos papéis para assegurar que não seja obrigado a assumir perdas em uma reestruturação da dívida do país, segundo três autoridades da região o euro.
A instituição, com sede em Frankfurt, troca os bônus gregos por papéis de estrutura e valor nominal idêntico, com a única diferença de que os novos títulos ficariam excluídos das chamadas cláusulas de ações coletivas, de acordo com as fontes, que não quiseram ser identificadas.
Uma das fontes afirmou que os bônus têm valor de face em torno a € 50 bilhões. Um porta-voz do BCE não quis comentar o assunto.
Giorgios Zanias, presidente do Conselho de Assessores Econômicos do Ministério das Finanças da Grécia não respondeu às ligações. A operação pode ser concluída até segunda-feira, de acordo com as fontes.
Isso poderia abrir caminho para uma troca de títulos do setor privado com o objetivo de reduzir em aproximadamente € 100 bilhões da dívida da Grécia, num momento em que o país em apuros se esforça para evitar um calote. Ministros das finanças da zona euro irão se reunir em Bruxelas em 20 de fevereiro para discutir um segundo pacote de socorro para a Grécia, inclusive um acordo de troca de dívida.
Uma isenção de cláusulas prevendo ações legais coletivas significaria que o BCE não teria de participar, caso o governo grego no futuro venha a impor prejuízos involuntários aos detentores de títulos. Isso poderia ocorrer se um número insuficiente de credores privados concordasse com uma troca voluntária. Essas ações coletivas normalmente implicam que detentores de títulos sujeitos ao calote reclamem de forma retroativa e sem o consentimento de todos os credores. As fontes disseram que os novos títulos gregos que o BCE receberá em troca de seus antigos títulos são isentos dessa cláusula.
O jornal alemão "Die Welt" noticiou a troca de títulos e relatou que isso resultará em um lucro para o BCE, que poderia, então, distribui-los via bancos centrais nacionais aos governos.
Na verdade, a troca não tem a ver com as deliberações do BCE no sentido de contribuir de alguma forma para a redução da carga da dívida da Grécia, disseram as fontes. O BCE sinalizou que poderá distribuir aos bancos centrais nacionais os lucros de suas participações nos títulos gregos, quando maturarem, para que possam repassar esse dinheiro a governos para ajudar no socorro à Grécia. Esse continua a ser um possível curso de ação, disseram as fontes.
Fonte: Valor Econômico/ Bloomberg News/ Jeff Black - 17/02/2012
 


Endereço:
Av. Paulista, 1.842 - 15º andar - conj. 156
Edifício Cetenco Plaza - Torre Norte Cerqueira César - CEP: 01310-923
São Paulo - SP
Telefone: (5511) 3288-1688
Fax: (5511) 3288-3390