Você está em: Institucional > ABBC em Foco

ABBC em Foco



ABBC promove amplo debate sobre open banking e pagamentos instantâneos
Data: 28/11/2019

Na última quinta-feira (28), a ABBC realizou o Congresso de Inovação em Serviços Financeiros (CISF), que reuniu mais de 300 pessoas, no auditório do Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE). O evento teve o patrocínio de Nubank, Stefanini, Seven Comm, Avivatec, Fepweb, Kalendae, Proscore, Saque e Pague e Security For It.
 
Na primeira palestra, o Guga Stocco, fundador da GR1D, ressaltou que nós temos tecnologia do século XXI, mindset do século XX e instituições do século XIX, além de ressaltar o pioneirismo da China ao revelar que o QR Code já não é novidade e começa-se a utilizar o reconhecimento facial para pagamentos.
 
Em seguida, Mariana Cunha e Mello, relações institucionais do Nubank, um dos patrocinadore do evento, mostrou a importância da implementação do open banking no Brasil, além de apresentar as vantagens e como a redução do custo de oportunidade para mudar de banco, o reconhecimento do consumidor como titular dos dados, a redução do custo de distribuição e, principalmente, desfaz-se a relação de exclusividade. Para o mercado, ele amplia a concorrência, colocando o foco da qualidade do serviço na experiência do cliente.
 
Já In Hsieh, co-fundador da Chinnovation e da Marco Polo Venture, trouxe um panorama do mercado chinês e as tendências tecnológicas explicando que o grande alavancador do e-commerce da China foi o pagamento via celular e que agora há um novo campo de batalha, a biometria facial, na qual a Alibaba, maior empresa chinesa do mundo, já utiliza o pagamento com reconhecimento facial e a eficácia do Wechat.
 
Thiago Guimaraes, head de Digital Finance na Stefanini, um dos patrocinadores do evento, falou das tendências do mercado financeiro no Brasil, como a possibilidade de abrir conta corrente em outras moedas e o Instant payment.
 
Além disso, pela primeira vez, durante o congresso foram apresentadas as fintechs finalistas da segunda edição do prêmio Idei@ABBC, e a plateia pode, em tempo real, votar por QR code para escolher as três grandes vencedoras. Para o público, em primeiro lugar, ficou a Fullface, que utiliza o reconhecimento facial para a identificação das pessoas. O modelo pode ser eficaz para pagamentos, em vez dos tradicionais cartões e QR code, além de auxiliar na concessão de crédito, diminuindo a burocracia para análise e reconhecimento do consumidor.
 
Na segunda posição, a OriginalMy, que, por meio de uma plataforma, coleta provas públicas sobre conteúdos online, como sites e redes sociais, certificando-as em blockchain e autenticando-as em cartório. O consumidor passa a ter uma Identidade Blockchain, que permite a assinatura de arquivos digitais com prova de autoria.
 
O terceiro lugar foi da bxblue uma plataforma digital que atua como correspondente bancário para facilitar o processo de contratação de empréstimos. Esses vencedores, conseguiram visibilidade durante o evento e passaram a ter a oportunidade de aproximação nos pitchs exclusivos para os associados da ABBC, com o objetivo de gerar negócio entre os envolvidos.
 
O tema inovação continuou durante todo o evento. Na segunda etapa, a Maria Isabel Longhi, do Google Pay, explicou os avanços da ferramenta e as novidades no Brasil; e o Marcelo Pegoraro, da LianLian Pay, contou sobre o avanço tecnológico chinês em que o QR Code está em tudo, até mendigos utilizam para ganhar doações.
 
Depois, foi a vez da ABBC explicar todo o trabalho desenvolvido para a criação da CRT4, que tem previsão para início de suas atividades em janeiro. O objetivo foi mostrar que a CRT4 não é só um player, mas um player que está à frente do que o mercado conhece e que tem como meta aperfeiçoar o processo de registro e de liquidação de operações, aumentar a competitividade da operação de pequenos e médios players e auxiliar no compliance e na gestão de riscos das instituições financeiras.
 
Houve ainda a palestra do Diogo José Sousa da Silva, chefe de Subunidade do Denor do BC, que explicou o papel do regulador no open banking, que é zelar pela solidez prudencial sistêmica e pela proteção dos consumidores, além de fomentar a inovação pró-competitiva. No término da exposição, por coincidência, o BC colocou em consulta pública, até 31 de janeiro de 2020, o open banking.
 
O evento teve também o apoio de CIEE, Acrefi, Abracam, Abfintechs, Anjos Do Brasil, Blockchain Academy, Boanerges & Cia, Conexão Fintech, Distrito, Fintechlab, Fintechsp, Innovation Awards Latam, Prêmio Relatório Bancário e Cantarino Brasileiro.
 
Confira aqui algumas fotos do evento:

 

      
       
     
     
      
       
     
     
     
     
     
     
     
     
     
   

 


Endereço:
Av. Paulista, 1.842 - 15º andar - conj. 156
Edifício Cetenco Plaza - Torre Norte Cerqueira César - CEP: 01310-923
São Paulo - SP
Telefone: (5511) 3288-1688
Fax: (5511) 3288-3390