Você está em: Institucional > ABBC em Foco

Institucional

ABBC em Foco

  1. 12/05/2017 - ABBC recebe Prêmio Top 5 do Sistema Expectativas de Mercado do Banco Central

    1. Data: 12/05/2017

      Descrição:

       
      Everton Gonçalves (centro), superintendente de Assessoria Econômica da ABBC, recebeu o Certificado Top 5 pelas projeções da taxa Selic em curto e médio prazos. Ao seu lado, André Minella e André Marques, do Banco Central. 
       
      No último dia 12 de maio, a ABBC – Associação Brasileira de Bancos participou do XIX Seminário Anual de Metas para a Inflação, realizado pelo Banco Central do Brasil, no Rio de Janeiro. Na ocasião, foi realizada a entrega dos Certificados Top 5 às instituições que tiveram melhor desempenho ao participar da Pesquisa de Expectativas de Mercado (Focus) em 2016, nos rankings anuais de curto, médio e longo prazos para IPCA, IGP-DI, IGP-M, taxa Selic e câmbio.
       
      Entre as mais de 100 instituições participantes do Sistema, a ABBC foi uma das premiadas pela conquista do primeiro lugar em duas categorias em 2016: de projeção da SELIC nos rankings de médio e de curto prazos. Outras instituições se destacaram na edição deste ano do Certificado Top 5: a consultoria Pezco, o Banco Itaú e a gestora Verde Asset Management. Para conhecer o ranking completo, clique aqui.
       
      O Seminário Anual de Metas para a Inflação é um fórum de discussões entre representantes de bancos centrais, de instituições multilaterais, acadêmicos e especialistas do setor privado, que objetiva estimular a pesquisa e o debate nas áreas de macroeconomia monetária, de coordenação de políticas econômicas (monetária, macroprudencial e fiscal), e os desafios para a política monetária e para o regime de metas de inflação.
       
      A programação de 2017 do Seminário incluiu apresentações dos trabalhos selecionados, além de palestras de especialistas convidados. O evento aconteceu no auditório do Edifício do Banco Central do Brasil no Rio de Janeiro.
       
      Confira a lista completa dos vencedores:
       
      Taxa Selic - Curto Prazo Anual: Associação Brasileira de Bancos (ABBC)
      Taxa Selic - Médio Prazo Anual ABBC: Associação Brasileira de Bancos (ABBC)
      Taxa Selic - Longo Prazo: Pezco Pesquisa e Consultoria S.S. LTDA.
       
      Taxa de câmbio - Curto Prazo Anual: Canvas Capital
      Taxa de câmbio - Médio Prazo Anual: Bozano Gestão de Recursos 
      Taxa de câmbio - Longo Prazo: Pezco Pesquisa e Consultoria S.S. LTDA.
       
      IPCA - Curto Prazo Anual: Franklin Templeton Investimentos Brasil
      IPCA - Médio Prazo Anual: Kondor Administradora e Gestora De Recursos Financeiros Ltda.
      IPCA - Longo Prazo: Flag Gestora de Recursos
       
      IGP-DI - Curto Prazo Anual: Bahia Asset Management
      IGP-DI - Médio Prazo Anual: Verde Asset Management
      IGP-DI - Longo Prazo: Icatu Vanguarda Administração de Recursos LTDA.
       
      IGP-M - Curto Prazo Anual: Banco Itaú S.A.
      IGP-M - Médio Prazo Anual: Verde Asset Management
      IGP-M - Longo Prazo: Banco Itaú S.A.
       

       

         
           
       
           
         
           

       

       

       

  2. 03/05/2017 - ABBC apresenta nova estrutura de governança para o biênio 2017-2019

    1. Data: 03/05/2017

      Descrição:

      A ABBC – Associação Brasileira de Bancos realizou em 3 de maio de 2017 a primeira reunião de Conselho de Administração e Diretoria com os membros eleitos.
       
      Ricardo Gelbaum, diretor Institucional e de Relações com Investidores do Banco Daycoval, tomou posse como presidente do Conselho de Administração da ABBC em um momento importante, no qual o país enfrenta uma crise sem precedentes. “Hoje, o Brasil e o mundo precisam de empresas e entidades que priorizem a ética, a governança, a responsabilidade socioambiental, a transparência e a preocupação com o consumidor”, disse Gelbaum, completando que “pensa em uma associação representativa de instituições financeiras que sejam pluralistas em fontes de empréstimos e captação, e que sejam capazes de contribuir com a retomada do crédito e do desenvolvimento sustentável do país”.
       
      Manoel Felix Cintra Neto, que presidiu a ABBC de 2013 a 2017, e permanecerá como membro do Conselho de Administração, afirmou: “É com grande satisfação que entrego o cargo da presidência para um profissional competente como Ricardo Gelbaum. Estou certo de que ele conduzirá com sucesso os projetos da associação”.
       
      Acesse aqui para conferir os eleitos para Conselho de Administração e Diretoria da ABBC.
       

       

         
           
       
           
       
           
           
           
           

        
  3. 07/04/2017 - ABBC promove debate sobre Crédito Consignado com juízes e desembargadores do estado do Maranhão

    1. Data: 07/04/2017

      Descrição:

      A ABBC – Associação Brasileira de Bancos participou no último dia 7 de abril do I Fórum de Debates da Magistratura Maranhense, na sede da AMMA - Associação dos Magistrados do Maranhão, em São Luiz. O evento faz parte do projeto “Diálogo com o Judiciário”, um dos pilares do planejamento estratégico de 2017 da Comissão Jurídica da ABBC. A pauta discutida ao longo do dia foi o crédito consignado e o evento contou com a participação de dezenas de juízes e desembargadores.
       
      O fórum foi aberto com uma palestra do Dr. Djalma Silva Júnior, Procurador do Estado da Bahia e advogado especialista no tema. Após a palestra foi realizado um debate, com a participação de representantes do Procon Estadual, da Defensoria Pública, do INSS e da ABBC.
       
      Ponceano Vivas, diretor institucional da ABBC, registrou que o evento foi uma oportunidade ímpar de debate entre os envolvidos em questões relacionadas ao crédito consignado (Magistrados, Órgãos de Defesa do Consumidor e Sistema Financeiro). Álvaro Loureiro, diretor de Compliance e Entes Públicos da ABBC, também participou do fórum e pontuou que o resultado do evento – que se deu pelo debate e edição de diversos enunciados aprovados por unanimidade – demonstrou que os aspectos técnicos e operacionais do Crédito Consignado foram bem absorvidos pelos magistrados.
       
      Ao final do debate, a ABBC foi convidada pelo TJMA – Tribunal de Justiça do Maranhão a participar do desenvolvimento de um projeto de educação financeira no estado.
       
      O projeto “Diálogo com o Judiciário” prossegue e, em breve, serão divulgadas as datas dos próximos eventos. Confira neste link os enunciados e recomendações sobre o tema que foram publicados em 19/04/2017.


       
         
           
           
           
       
       
       
       
       

       

  4. 06/04/2017 - ABBC elege novo presidente do Conselho Administrativo

    1. Data: 06/04/2017

      Descrição:

      A ABBC realizou em 5 de abril de 2017 a Assembleia Geral Ordinária para a eleição de presidente, vice-presidente e demais membros do Conselho de Administração da ABBC para o biênio 2017/2019.

      Ricardo Gelbaum, diretor do Banco Daycoval, foi eleito presidente da ABBC e, para o cargo de vice-presidente da associação, André Jafferian Neto, vice-presidente do conselho de Administração do Banco Sofisa.

      Gelbaum assumiu em 2012 a diretoria de relações com investidores e institucional do banco Daycoval, após deixar a diretoria financeira do Banco BMG. Manoel Felix Cintra Neto, que presidiu a associação de 2013 a 2017, permanece no Conselho Administrativo.

      A composição do conselho teve como alteração o ingresso dos senhores: Cassio Fernando Von Gal (Banco BBM S.A.), Eduardo Barcelos Guimarães (Banco Industrial do Brasil S.A.), João Vitor Menin Teixeira de Souza (Banco Intermedium S.A.), Marco Aurélio Borges de Almada Abreu (Banco Cooperativo do Brasil S.A. Bancoob), Nelson Rocha Augusto (Banco Ribeirão Preto S.A.), Norberto Zaiet Júnior (Banco Pine S.A.), Rocio Velarde (Banco Citibank S.A.) e Rubens Bution (Banco Alfa S.A.).

      Seguem como membros efetivos: Álvaro Augusto Vidigal (Banco Paulista S.A.), Arno Schwarz (Banco Fibra S.A.), Cristiano Malucelli (Paraná Banco S.A.), Edson Georges Nassar (Banco Cooperativo Sicredi S.A.), Érico Sodré Quirino Ferreira (Omni S.A.), João Ayres Rabêllo Filho (Banco Triângulo S.A.), José Luiz Acar Pedro (Banco Pan S.A.), Manoel Felix Cintra Neto (Banco Indusval & Partners S.A.), Milto Bardini (China Construction Bank) e Paulo Henrique Pentagna Guimarães (Banco Bonsucesso S.A.),

       

       

       Manoel Felix Cintra Neto e Ricardo Gelbaum.  Ricardo Gelbaum (Banco Daycoval),
            eleito presidente da ABBC para o biênio 2017/2019 Os agora conselheiros Álvaro Augusto Vidigal (Banco Paulista) e Manoel Felix Cintra Neto (Banco Indusval & Partners) com o presidente e vice-presidente eleitos, Ricardo Gelbaum (Banco Daycoval) e André Jafferian Neto (Banco Sofisa).
      Manoel Felix Cintra Neto e Ricardo Gelbaum. Ricardo Gelbaum (Banco Daycoval),
      eleito presidente da ABBC para o biênio 2017/2019
      Conselheiros Álvaro Augusto Vidigal (Banco Paulista) e Manoel Felix Cintra Neto (Banco Indusval & Partners) com o presidente e o vice-presidente eleitos, Ricardo Gelbaum (Banco Daycoval) e André Jafferian Neto (Banco Sofisa).
       Ricardo Gelbaum (Banco Daycoval), eleito presidente da ABBC para o biênio 2017/2019    
      Manoel Felix Cintra Neto (Banco Indusval & Partners), Ricardo Gelbaum (Banco Daycoval) e Carlos Eduardo Lofrano, diretor executivo da ABBC.    

       

  5. 30/01/2017 - ABBC inicia parceria com Saque e Pague

    1. Data: 30/01/2017

      Descrição:

      A ABBC – Associação Brasileira de Bancos acaba de se tornar parceira da Saque e Pague, rede de autoatendimento que oferece multisserviços bancários e não bancários. O acordo abre caminho para que as instituições financeiras associadas à ABBC ingressem na rede Saque e Pague. Por meio das mais avançadas soluções tecnológicas, a empresa oferece uma rede de ATMs complementar aos bancos, capaz de unir serviços às necessidades do varejo e de clientes finais. 
       
      A ABBC está entre as maiores entidades representativas do Sistema Financeiro Nacional e reúne mais de 80 instituições associadas, entre bancos, financeiras e cooperativas de crédito. “Com a parceria, a ABBC possibilita a ampliação dos canais de distribuição de produtos e serviços para seus associados, por meio de uma solução segura, inovadora e eficiente. Trata-se de uma excelente oportunidade para os bancos pequenos e médios aumentarem a capilaridade e oferecerem um conjunto de funcionalidades a seus clientes”, destaca Manoel Cintra, presidente da ABBC.
       
      “A aliança com a ABBC é um passo importante para o plano de expansão da Saque e Pague, contribuindo para que instituições financeiras ingressem individualmente na nossa rede. O nosso desafio para 2017 é atingir mais de 1.500 pontos em todo o Brasil”, declara Givanildo Luz, presidente da Saque e Pague. Os resultados demonstram o crescimento da empresa no último ano. Em 2015, eram 360 terminais distribuídos pelo país. Hoje, são mais de 800 pontos, distribuídos em 15 estados.
       
       
      Funcionalidades para o cliente final
       
      O acesso à rede Saque e Pague possibilitará aos clientes da instituição financeira realizarem transações de saque com cartão ou com tecnologia OTP, depósitos com cédulas, transferências de numerário entre contas do mesmo banco (TED e DOC), pagamento de títulos com código de barras, emissão de extrato de conta corrente e consulta de saldos. 
       
       
      Vantagens para as instituições que aderirem ao convênio ABBC e Saque e Pague
       
      Governança corporativa, por meio de comitê, para análise de ocorrências e sugestões de melhorias dos serviços prestados pela Saque e Pague, tais como: aferição dos níveis de serviços; identificação de alternativas de acesso; inclusão de novas funcionalidades; e aprovação de novos investimentos para aprimoramento dos serviços prestados pela rede de ATMs.
       
      Possibilidade de desenvolvimento de outros produtos de acesso à rede Saque e Pague, com rateio de custos entre as instituições interessadas.
       
      Padronização das condições técnicas e operacionais.
       
      Volumetria apurada no conjunto das instituições, permitindo atingir tarifas menores em razão da quantidade mensal de transações.
       
       
      Para saber mais ou aderir ao convênio, entre em contato com a ABBC 11 3288-1688 | abbc@abbc.org.br.
       
      ABBC – Associação Brasileira de Bancos
  6. 31/01/2017 - ABBC se destaca no Ranking Top 5 do Banco Central

    1. Data: 31/01/2017

      Descrição:

      Com satisfação informamos que, conforme o relatório Focus divulgado hoje pelo Banco Central, a ABBC – entre mais de 100 instituições participantes – conquistou o primeiro lugar para a projeção SELIC em 2016 nos rankings de médio e de curto prazo, e o terceiro lugar na classificação de longo prazo.

      Tais resultados consolidam a posição da ABBC no TOP 5 das Instituições que apresentam os maiores acertos em suas respectivas previsões.

      Parabéns à equipe!

      Para conhecer o ranking completo, acesse http://www.bcb.gov.br/pt-br/#!/n/focustop5


  7. 18/11/2016 - ABBC promove palestra gratuita Jornada Laboral do Bancário

    1. Data: 18/11/2016

      Descrição:

      A ABBC – Associação Brasileira de Bancos, em parceria com o escritório Rayes & Fagundes Advogados Associados, promoveu a realização da palestra Jornada Laboral do Bancário – Pré-contratação de horas-extras, divisor bancário e a visão do Judiciário. A apresentação aconteceu no auditório da associação, no edifício sede da ABBC.

      O objetivo do encontro foi reunir profissionais representantes das áreas de Recursos Humanos, assuntos jurídicos, trabalhistas e contencioso, governança corporativa e Compliance, para uma análise e esclarecimentos sobre questões bastante polêmicas do Direito do Trabalho.

      Entre os temas abordados estão a regra para o limite de horas diárias, como tratar os cargos de confiança – que exercem funções de direção, gerência, fiscalização e chefia – e quais as exceções, além de compartilhar o posicionamento dos tribunais. Outro assunto bastante explorado foi o divisor bancário (referência para cálculo das horas extraordinárias).

      Ministraram a palestra as advogadas Paula Santone e Priscila Trevisan, sócia e consultora do escritório Rayes e Fagundes Advogados Associados, respectivamente, e também o Dr. Francisco Jucá, Juiz Titular da 14ª Vara do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região. Participaram do evento representantes de instituições associadas, colaborando com a formulação de perguntas e tirando dúvidas com os palestrantes convidados.
       
       
       
       

       

  8. 22/11/2016 - ABBC inicia atividades como PSTI

    1. Data: 22/11/2016

      Descrição:




      SOLUÇÃO ABBC/AUTBANK PSTI/SPB



      Em busca de alternativas de uso compartilhado que possibilitem a redução de custos operacionais às instituições financeiras, a ABBC desenvolveu em parceria com a empresa Autbank projeto voltado ao provimento de serviços de tecnologia da informação no âmbito da Rede do Sistema Financeiro Nacional (RSFN), o qual será utilizado para acesso ao SPB (Sistema de Pagamentos Brasileiro) por instituições bancárias e não bancárias, detentoras de contas de Reserva Bancária ou de Liquidação.

      A partir do uso de uma estrutura compartilhada, a solução ABBC/Autbank traz a possibilidade significativa de redução de custos com Infraestrutura de Hardware e Software de modo proprietário. Seguindo a tendência de aumento da utilização do ambiente da RSFN para novos produtos e serviços e para comunicação com o Banco Central do Brasil – tais como Câmbio, Cadastro Positivo, Registrato, DDA, Nova Cobrança e SCG –, a solução possibilita a redução dos investimentos necessários para acompanhamento e modernização da infraestrutura.



      EXPERIÊNCIA



      Constituida em 1983, a ABBC surgiu para contribuir com o Sistema Financeiro Nacional e gerar benefícios a seus associados e à sociedade em geral, no sentido de colaborar no desenvolvimento econômico sustentável do Brasil. O corpo associativo da entidade, composto por mais de 80 instituições, congrega bancos e financeiras. Está entre as maiores entidades representativas do Sistema Financeiro Nacional e conta com 91 instituições financeiras clientes dos serviços de processamento de compensação de cheques e outros documentos. Fazem parte das atividades da associação a prestação de serviços voltados para otimização de atividades e de redução de custos operacionais e de observância regulatória e a promoção de ações de cunho educacional, visando capacitar profissionais que tenham relacionamento com o setor financeiro.

      A Autbank foi fundada em dezembro de 1988 e é especialista em mercado financeiro, oferecendo soluções integradas para atender à crescente demanda por automação de produtos e serviços, inclusive aplicações de software para o SPB. Possui atualmente mais de 80 instituições financeiras em sua carteira de clientes.



      INFRAESTRUTURA



      O serviço utilizará infraestrutura de produção e de contingência hospedadas em Datacenters Tier III, localizados nas cidades de São Paulo e Barueri (SP), onde a ABBC já realiza o processamento dos serviços de compensação de cheques, boletos e outros documentos para mais de 90 instituições, entre bancos múltiplos, de investimento, financeiras e cooperativas de crédito.



      VANTAGENS E BENEFÍCIOS DA SOLUÇÃO ABBC/AUTBANK PSTI/SPB



      ATENDIMENTO ESTRUTURADO

      Atendimento técnico estruturado e capacitado para prestar todo o suporte necessário, sem impactar no processamento das operações dos clientes.

      COMPLIANCE COM O BANCO CENTRAL DO BRASIL
      A solução atende as exigências definidas pelo Banco Central do Brasil, em total conformidade com o órgão regulador.

      APLICAÇÃO DE MENSAGERIA E PLENA FUNCIONALIDADE
      Fácil integração com os sistemas legados. O SGR (Sistema Gerenciador de Recursos) possui funções gerenciais de apoio, emissão de alertas parametrizáveis, e segurança para navegação, níveis de alçadas, autenticidade e controle de mensagens, sendo totalmente aderente às necessidades de cada instituição financeira.

      FLEXÍVEL E ESCALÁVEL
      A infraestrutura da solução está preparada para suportar a demanda proveniente do crescimento dos negócios dos clientes, sem qualquer perda de desempenho, confiabilidade ou qualidade. Esta flexibilidade proporciona redução de custos nos momentos de contração de operações, não exigindo investimentos em infraestrutura própria em situações de retomada de negócio ou operações de volume.


      Para mais informações, contate-nos por e-mail: psti@abbc.org.br
       

       

  9. 05/10/2016 - ABBC e IBDAgro firmam parceria para sensoriamento remoto de áreas agrícolas

    1. Data: 05/10/2016

      Descrição:

      A tecnologia oferecida pelo IBDAgro – Instituto Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável do Agronegócio, objeto de parceria firmada com a ABBC – Associação Brasileira de Bancos, é uma importante ferramenta voltada à Resolução nº 4.327/14, do Banco Central do Brasil, que fixa regras e condições para a implementação de uma Política de Responsabilidade Socioambiental.

      Previamente à contratação de operações de crédito e financiamento, ou vinculação de áreas como garantia, o sensoriamento remoto com imagens de alta resolução obtidas por satélite permite que se verifiquem as condições efetivas de imóveis, tais como instalações, infraestrutura, presença ou não de áreas críticas (como reservas legais, áreas de preservação ambiental, matas ciliares, etc.), assim como danos decorrentes de queimadas, secas, geadas e outros sinistros.

      As instituições interessadas na obtenção de mais informações e detalhes da solução poderão entrar em contato com:

      IBDAgro – (11) 2495-0510 - Contato: Ademiro Vian (ademiro@ibdagro.com.br)

      ABBC – (11) 3288-1688 – Contatos: Ponceano Vivas (pvivas@abbc.org.br) e Renata Lima (rlima@abbc.org.br)

       

           

       

  10. 04/10/2016 - ABBC participa do 11º CONCRED, no Rio de Janeiro

    1. Data: 04/10/2016

      Descrição:

      A ABBC – Associação Brasileira de Bancos participou da 11ª edição do Congresso Brasileiro do Cooperativismo de Crédito (Concred), que aconteceu de 28 a 30 de setembro no Windsor Conventions & Expo Center, na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro.
      Realizado em parceria entre a Confederação Brasileira das Cooperativas de Crédito (Confebras) e o Sicoob Central Rio, o Concred é o maior e mais importante evento do cooperativismo financeiro nacional e teve como temas centrais Governança, Sustentabilidade e Inovação. O congresso contou com a participação de cerca de 1500 congressistas, entre dirigentes, funcionários e associados de instituições cooperativas, além de lideranças cooperativistas, pesquisadores, economistas e empresários. A programação realizada na plenária do evento enfatizou a inovação e o desenvolvimento humano como pontos cruciais para o futuro dos negócios.

      A ABBC foi uma das instituições patrocinadoras do evento e esteve presente com um estande na Feira de Negócios Cooperativistas, promovendo a divulgação da associação e colocando à disposição dos congressistas materiais e informações sobre os cursos de formação para o mercado financeiro da ABBC Educacional e sobre os serviços compartilhados que a associação oferece às instituições financeiras. A participação no congresso permitiu a ampliação de contatos e de possíveis oportunidades de negócios para a associação.

      O congresso teve como palestrante magno o presidente executivo do Grupo Abril, Walter Longo. Nas estações temáticas, foram realizadas apresentações como a de Rivadávia Drummond, especialista em Inovação e Conhecimento; Antônio Carlos Teixeira Álvares, professor da escola de administração da Fundação Getúlio Vargas; e Márcio Fernandes, CEO da Elektro referência em Liderança e Governança. Duas apresentações internacionais fizeram um overview do cooperativismo financeiro no exterior, com o americano John McCloy, CEO da The Westerra Credit, e o alemão Stefan Daferner, gerente de projetos da ADG.

      Ações da ABBC

      A ABBC teve um dos estandes mais visitados da Feira de Negócios Cooperativistas. A associação ofereceu um quiz para interação dos congressistas com cinco questões sobre cooperativismo e sistema financeiro. Houve intensa participação e os melhores colocados, os que responderem corretamente ao maior número de questões e em menor tempo, receberam prêmios da ABBC. A associação também distribuiu sorvetes e snacks e ofereceu o serviço grátis de recarga de celulares no estande.
       
       
       
       

       

  11. 23/09/2016 - ABBC Fecha acordo de alta tecnologia para os associados

    1. Data: 23/09/2016

      Descrição:

      Acordo com o IBDAgro torna acessível o cumprimento de norma socioambiental com sensoriamento por imagens de satélite

      O Instituto Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável do Agronegócio-IBDAgro e a Associação Brasileira de Bancos-ABBC assinaram contrato de prestação de serviços de sensoriamento remoto, que possibilitará aos mais de 80 bancos associados da entidade, maior agilidade e segurança, na condução de suas operações de crédito envolvendo propriedades rurais e urbanas.

      O acordo permite à ABBC fornecer aos afiliados um contrato padrão, abrangente, padronizado e acessível. Esse contrato facilita aos bancos da ABBC cumprir as normas do Banco Central do Brasil relacionadas à Política de Responsabilidade Socioambiental com custos operacionais e de observância menores e mais adequados à estrutura de negócios dos mesmos.

      O sensoriamento remoto com imagens de alta resolução obtidas por satélites permite, previamente à contratação de operações de crédito e financiamento ou vinculação como garantia, verificar as condições efetivas dos imóveis como instalações, infraestrutura, presença ou não de áreas críticas (como reservas legais, áreas de preservação ambiental, matas ciliares, etc.), assim como apurar danos decorrentes de queimadas, secas, geadas e outros sinistros.

      “Antes da contratação de operações de crédito e financiamento, os bancos tem que avaliar as condições do empreendimento a ser financiado, ou das garantias apresentadas pelo tomador”, explica o presidente do IBDAgro, Ademiro Vian. “Mas a vistoria presencial, que é a regra hoje em dia, é demorada e cara, enquanto que o monitoramento via satélite pode ser feito em questão de horas, com maior precisão e a um custo fixo interessante, independentemente da localização da propriedade no país e também do seu tamanho”, salienta.

      Segundo a ABBC, a tecnologia oferecida pelo IBDAgro afigura-se importante ferramenta voltada para o atendimento dos requisitos da Resolução 4.327/14 do Banco Central do Brasil, que fixa as regras e as condições para a implementação de uma Política de Responsabilidade Socioambiental, eis que sua administração exige sistemas, rotinas e procedimentos que possibilitem identificar, classificar, avaliar, monitorar, mitigar e controlar o risco socioambiental nas atividades e operações das instituições, o que inclui registro de dados referentes às perdas efetivas em função de danos socioambientais, bem como a avaliação prévia dos potenciais impactos negativos de novas modalidade de produtos e serviços”.

  12. 12/07/2016 - Superendividamento sob a ótica jurídica foi tema de seminário na ABBC

    1. Data: 12/07/2016

      Descrição:

      No último dia 6, a ABBC – Associação Brasileira de Bancos promoveu o seminário “Superendividamento”, apresentado por Henrique V. Lisboa e José A. Leirião Filho, do escritório Vaz, Barreto, Shingaki & Oioli Advogados. A abertura foi realizada por Alberto Maurício Caló, diretor jurídico da ABBC.

      O evento aberto ao público aconteceu no auditório da associação, em São Paulo, e reuniu profissionais, representantes das instituições associadas e do setor financeiro em geral.

      Foram abordadas as problemáticas relativas ao estado de endividamento exacerbado, que é a incapacidade das pessoas físicas, de boa-fé, de saldarem suas dívidas, mesmo com dedicação de todo seu rendimento mensal.

      O foco da apresentação foi o entendimento do tema pelo Poder Judiciário, destacando as dificuldades originadas pela falta de previsão legal, em alguns casos, e as soluções buscadas na via jurisprudencial.

      Também foram tratadas formas de prevenção por parte das instituições financeiras, os pontos a serem avaliados com mais critérios durante uma análise de crédito, e também como todo este assunto vem sendo tratado nos EUA.

      Ao final do seminário, os participantes realizaram um rico debate, tiraram dúvidas e trocaram experiências do dia a dia, expondo casos para orientação e esclarecimento dos palestrantes.


  13. 05/07/2016 - ABBC participa de Ciab FEBRABAN 2016

    1. Data: 05/07/2016

      Descrição:

      A ABBC – Associação Brasileira de Bancos participou mais um ano como parceira estratégica do Ciab FEBRABAN 2016, maior evento de tecnologia voltada ao setor financeiro, realizado de 21 a 23 de junho no Transamerica Expo Center, em São Paulo.
       
      A ABBC foi responsável pelos painéis realizados no dia 22 (quarta-feira) da trilha técnica “Bancos internacionais, de investimento, comerciais e financeiras”, com os temas “Mercado de câmbio”, “Validade jurídica dos documentos digitais no setor bancário” e “A responsabilidade socioambiental no dia a dia das instituições financeiras”.

      Os painéis promovidos pela ABBC contaram com apresentações bastante esclarecedoras, compartilhadas por especialistas de alta categoria, que trouxeram discussões bastante atuais, de relevante importância, tanto para gestores do mercado financeiro quanto a profissionais de tecnologia bancária.

      Os participantes fizeram muitas perguntas, demonstrando forte interesse pelo conteúdo e a necessidade de ampliar o debate acerca dos temas apresentados. O evento cerca de três mil congressistas durante os três dias e teve entre os principais palestrantes o ministro da Fazenda Henrique Meirelles.
       
      Confira abaixo os painéis da ABBC:
       
       
      MERCADO DE CÂMBIO
      A importância do compliance nas operações de câmbio”
      Geraldo Magela Siqueira – Consultor
       
      “As boas práticas na Prevenção à Lavagem de Dinheiro e no Combate ao Financiamento do Terrorismo nas Instituições Financeiras Não Bancárias”
      Antonio Carlos Ferreira de Sousa, diretor de Análise e Fiscalização do COAF - Conselho de Controle de Atividades Financeiras
       
      Moderação: Tarcísio Rodrigues Joaquim (diretor de Operações Internacionais do BANCO PAULISTA)
       
      VALIDADE JURÍDICA DOS
      DOCUMENTOS DIGITAIS NO SETOR
      BANCÁRIO
      “O entendimento sobre a digitalização de documentos no sistema financeiro”
      Alexandre Atheniense – Sette Câmara, Corrêa e Bastos Advogados
       
      “Regulação bancária: a mudança de paradigma quanto aos documentos digitais”
      Caio César C. Lima – Opice Blum, Bruno, Abrusio e Vainzof Advogados Associados
       
      “Apresentação de cases”
      - Alexandre Kaplan Moscovici – Banco BMG
      - Carlos Augusto de Oliveira – Banco Original
       
      Moderação: Carolina Gladyer Rabelo (Gerente Jurídica da ABBC)
       
      A RESPONSABILIDADE
      SOCIOAMBIENTAL NO DIA
      A DIA DAS INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS
       
      “A Lei Nacional de Resíduos Sólidos e o risco para as instituições financeiras”
      “A Lei Nacional de Resíduos Sólidos e o risco para as instituições financeiras”
      Dra. Consuelo Yoshida - Desembargadora Federal - TRF3, doutora e professora de Direito Ambiental (PUCSP e UNISAL), coeditora do livro “Política Nacional, Gestão e Gerenciamento 
      de Resíduos Sólidos”; e Renata Soares Piazzon - advogada e coordenadora da área de Direito Ambiental e Sustentabilidade do Lobo & de Rizzo Advogados
       
      “Gestão e descarte de resíduos tecnológicos”
      José Cristovam – CEO da empresa Vertas (Gerenciamento de Resíduos Tecnológicos)
       
      Moderação: Fabio Lacerda (chefe adjunto do departamento de Supervisão Bancária do Banco Central do Brasil)
       
       
       
       
  14. 04/03/2016 - ABBC realiza seminário sobre a Lei nº 13.25416 de Regularização de Ativos

    1. Data: 04/03/2016

      Descrição:

      Evento, que teve o apoio da Cetip, contou com a presença de renomados juristas
      A ABBC – Associação Brasileira de Bancos, com o apoio da Cetip, promoveu no último dia 3 de março o Seminário Lei nº 13.254/16 de Regularização de Ativos – A Lei da Anistia, que trata da repatriação de recursos, bens ou direitos, de qualquer natureza. O evento realizou-se no Hotel Intercontinental, em São Paulo.
       
      Popularmente conhecida como “Lei da Repatriação”, referido diploma legal institui o regime especial de anistia cambial e tributária, que permite a regularização de recursos financeiros, bens ou direitos mantidos no exterior e não declarados às autoridades brasileiras.
       
      O objetivo do seminário foi levantar aspectos relativos à aplicabilidade, aos impactos e esclarecimentos da lei, possibilitando aos participantes efetivo conhecimento acerca dos direitos e obrigações conferidos pela lei.
       
      Com a participação dos renomados juristas, Dr. Eduardo Salomão Neto, especialista em direito bancário do escritório Levy & Salomão Advogados, e Prof. Dr. Pierpaolo Cruz Bottini, especialista em direito penal do escritório Bottini & Tamasauskas Advogados, o seminário abordou, inclusive, aspectos de natureza global, tais como as ações e tendências voltadas para o estabelecimento de políticas de cooperação internacional no combate à evasão fiscal.
       
      Segundo entendimento externado pelo Prof. Bottini, a regularização de recursos não declarados e o pagamento dos tributos pertinentes valem a pena para a maior parte dos contribuintes, pois muito em breve tais informações estarão disponíveis, como decorrência dos acordos de cooperação, os quais seguramente, restarão firmados. “Aproveitar essa ‘janela’ é muito interessante. Trará mais segurança e tranquilidade. Ainda que o crime de evasão de divisas permaneça, fica extinta a punibilidade”, argumentou o professor. Em atenção ao público alvo do encontro, o jurista alertou ainda que a promulgação da Lei de Repatriação não implica desabilitar os respectivos sistemas de controle, bem como os processos voltados para a PLD (Prevenção à Lavagem de Dinheiro). “As instituições, ao realizarem a operação de repatriamento de recursos, não poderão deixar de comunicar à unidade brasileira de inteligência financeira (COAF) as movimentações consideradas não compatíves com o perfil cadastral e financeiro do usuário responsável pela operação”, destacou.
       
      Dr. Eduardo Salomão trouxe ao seminário trechos da lei para serem analisados e levantou questões importantes não evidentes no texto legal, tais como a necessidade da regularização dos ativos anteriormente alienados ou extintos. “Não está claro na instrução da Receita Federal que regulamentará a matéria desde quando se deve relacionar os ativos não mais integrantes das respectivas carteiras. Nossa recomendação seria utilizar o prazo máximo de prescrição do direito penal, que é de 12 anos”, esclareceu.
       
      Foram convidados profissionais das instituições associadas à ABBC e do mercado financeiro como um todo. Compareceram 95 pessoas, principalmente das áreas Jurídico, Câmbio, Compliance e Riscos. Manoel Felix Cintra Neto, presidente da ABBC, e Ricardo Magalhães, superintendente de Produtos da Cetip, fizeram a abertura do evento. Manoel Cintra, ao tempo em que ressaltou a importância e relevância do Seminário, cujo tema é de interesse não somente daqueles atuantes nos mercados financeiro e de capitais, mas da sociedade em geral, registrou que “além de trazer benefícios inequívocos para as contas públicas, a Lei nº 13254/2016, afigura-se convergente com a tendência global do estabelecimento de políticas de cooperação internacional no combate à evasão fiscal, em discussão no âmbito da OCDE e nos diversos fóruns de discussão do G20”.
       
      “No Brasil, a implantação da Lei nº 13.254/16 é bastante oportuna e seus procedimentos já são adotados em vários países do mundo. Trata-se de uma oportunidade de regularização de situação atípica dos brasileiros, que passaram grandes períodos de inflação alta e instabilidade política”, comentou Manoel Cintra.
       
      Ricardo Magalhães, por sua vez, destacou que “como provedora de infraestrutura para o mercado financeiro, a Cetip é parceira de longa data da ABBC no objetivo de integrar e fornecer maior segurança, transparência e sustentabilidade ao mercado, atuando em discussões específicas do segmento e junto a órgãos governamentais. Saudamos esse tipo de evento e não deixaríamos de estar presentes”, destacou.
       
      A mediação do encontro foi feita pelo diretor jurídico da ABBC, Dr. Alberto Mauricio Caló. Ao final das apresentações, Dr. Vinicius Branco, também do escritório Levy & Salomão, concluiu o evento respondendo às perguntas formuladas pelos participantes ao longo de toda a apresentação.
       
      O seminário foi elogiado pelos participantes quanto à qualidade técnica, aos debates e ao nível dos palestrantes.
       
       
      ABBC – Associação Brasileira de Bancos

       
       
           
           
           
           
           
           
           

       

  15. 18/12/2015 - ABBC realiza almoço de confraternização 2015

    1. Data: 18/12/2015

      Descrição:

      A ABBC – Associação Brasileira de Bancos promoveu no dia 17 de dezembro seu almoço de confraternização, que reuniu conselho e diretoria da entidade, representantes de bancos associados e de instituições congêneres. O evento foi realizado no Restaurante Cantaloup, em São Paulo.

      O presidente da ABBC, Manoel Cintra, fez um breve discurso para a abertura do almoço. Ele destacou que mesmo o final de ano apresentando-se sempre com clima de esperança e otimismo, as inúmeras circunstâncias que permeiam os cenários econômico e político brasileiros produzem crise de confiança em investidores e consumidores. “Esse quadro tem impacto direto no desempenho do setor financeiro, principalmente na desaceleração no mercado de crédito, e exigirá que as nossas instituições inovem e se reinventem. A ABBC, por seu turno, reafirmará sua missão de buscar o fortalecimento do sistema financeiro, de agir no sentido de garantir a livre concorrência e de assegurar o espaço de atuação do nosso segmento”, afirmou.

      Segundo Manoel, a agenda prioritária da ABBC na condução de demandas e nas discussões e defesas de pleitos junto aos órgãos reguladores, supervisores, consumeristas e demais participantes de mercado, envolverá a valorização das instituições financeiras de menor porte para um sistema financeiro diversificado, competitivo e inclusivo; a equalização de medidas regulatórias entre as diferentes instituições do sistema; a eficiência operacional; a criação e o desenvolvimento de instrumentos financeiros de captação; a remoção de barreiras no segmento de meios de pagamento; e qualificação e capacitação como forma de fortalecer o sistema financeiro em termos de eficiência, transparência e ética.

      Confira abaixo fotos do evento e o discurso do Presidente da ABBC na íntegra.


       

  16. 06/11/2015 - ABBC participa do Fórum de Cidadania Financeira do Banco Central do Brasil

    1. Data: 06/11/2015

      Descrição:

      Nos dias 04 e 05 de novembro de 2015 a ABBC – Associação Brasileira de Bancos esteve em Brasília no Fórum de Cidadania Financeira realizado pelo Banco Central do Brasil e pelo SEBRAE (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas). O evento aconteceu no Centro de Convenções Internacional de Brasília – CICB e reuniu cerca de 800 participantes do setor financeiro.
       
      A programação incluiu painéis, oficinas técnicas e talk shows sobre cidadania financeira. Também foram apresentadas 11 iniciativas que utilizam métodos ou tecnologias inovadoras para avanços na educação financeira, na proteção ao consumidor de serviços financeiros e na inclusão financeira da população.
       
      O presidente da ABBC, Manoel Cintra, participou do painel que debateu o Fortalecimento da Cidadania Financeira por meio da iniciativa privada e destacou algumas percepções: “é essencial que a prestação de serviços e a oferta de produtos viabilizem a realização dos objetivos e anseios das famílias e dos pequenos e grandes negócios”, reforçou Manoel.
       
      Em complemento, comentou que as instituições precisam contribuir para o desenvolvimento social e a satisfação dos clientes para garantir a sobrevivência do negócio. Devem ser percebidas como confiáveis e seus representantes conhecerem plenamente o que estão negociando – custos, benefícios e riscos inerentes –, avaliando se as condições contratadas estão adequadas ao perfil do consumidor.
       
      Para Manoel Cintra, a cultura que valoriza o respeito rigoroso a altos padrões éticos de conduta deve ser internalizada e disseminada. “As ouvidorias são órgãos estratégicos e poderosos instrumentos para a transformação cultural, um caminho efetivo na busca da qualidade, da transparência e da cidadania”, completou.
       
      O Fórum de Inclusão Financeira ampliou seu campo de atuação em 2015, tornando-se o Fórum de Cidadania Financeira, que remete ao programa desenvolvido em 2013 pelo Banco Central com o objetivo de promover os direitos e deveres do cidadão e das instituições.
       
      Participaram do discurso de abertura do Fórum o presidente do SEBRAE, Guilherme Afif Domingos, e o diretor de Administração e Relacionamento Institucional e Cidadania do Banco Central, Luiz Edson Feltrin, além de outros diretores das duas instituições.
       
      Ações da ABBC
      Em seu estande, um dos mais visitados do evento, a ABBC promoveu novamente um quiz para interação dos congressistas com cinco questões sobre cidadania financeira, atividade que despertou bastante interesse também nos fóruns anteriores. Foram 40 pessoas premiadas com brindes ABBC, ao responderem corretamente ao maior número de questões e em menor tempo. Ao todo, mais de 100 pessoas participaram do quiz. A associação também distribuiu picolés e ofereceu o serviço de recarga de celulares e tablets em espaço no próprio estande.
       
      A ABBC foi uma das entidades apoiadoras do fórum, juntamente com a Organização das Cooperativas Brasileiras - OCB e a FEBRABAN.

       
       
           
           
           
           
           
           
           
           
           
           
           
           
           
           
           
           
           
           
           
  17. 15/09/2015 - ABBC realiza manhã de palestras para profissionais de Compliance

    1. Data: 15/09/2015

      Descrição:

      Foi realizado na ABBC – Associação Brasileira de Bancos, na manhã do dia 15 de setembro, o seminário Compliance no século XXI - Programa de Ética e FATCA. O evento aberto ao público aconteceu no auditório da associação, em São Paulo, e reuniu mais de 100 profissionais, representantes das instituições associadas e do setor financeiro em geral.
       
      A primeira palestra, Ética e Compliance no século 21: O que aprendemos em duas décadas e qual o futuro, foi ministrada por David Greenberg, vice presidente executivo de Knowledge and Solutions na LRN. Ele apresentou conclusões obtidas por meio de pesquisa sobre programas de Compliance. As empresas que possuem programas extremamente eficientes fazem muito além do que as demais. Há um alinhamento entre os valores da organização e o dia a dia operacional. E pensar em Compliance como cultura, não apenas como uma política, é um processo natural para a alta gestão dessas empresas. O estudo foi realizado em 18 países, todos apresentando as mesmas conclusões.

      Ao falar sobre o futuro do Compliance, a evolução da área mostra que entender a cultura da empresa é o principal, além de construir relações de confiança, missão e valores fortes, e focar em como a empresa de fato atua, e não como diz ou pensa atuar. Saber comunicar, celebrar, avaliar e mensurar o que realmente importa reflete diretamente sobre os resultados.

      Dr. Vinicius Branco, sócio proprietário da Levy & Salomão Advogados, fez uma abordagem jurídica a respeito do FATCA, acordo de compartilhamento de informações entre os governos brasileiro e americano para evitar a evasão fiscal, adotando as regras de transparência e governança corporativa do sistema padronizado pelos Estados Unidos. Ele falou sobre as leis e normas aplicáveis e suas penalidades, levantando a discussão sobre a quebra ou não do sigilo bancário dos clientes. Finalizou destacando que essa iniciativa é uma tendência, um movimento que deve se expandir para outros países.

      O gerente jurídico da FEBRABAN, Dr. Eduardo Freitas, focou sua apresentação na instrução normativa da Receita Federal nº 1.571, de 2 de julho de 2015, que obriga a prestação das informações por meio da e-Financeira, conjunto de documentos digitais. Ele levantou os pontos críticos com a vigência da IN e as novas obrigações por conta da implementação dessas mudanças e da declaração de informações para o fisco americano.
       
      Ao final do seminário, os participantes realizaram um rico debate e puderam tirar dúvidas e trocar experiências do dia a dia, expondo casos para orientação e esclarecimento dos palestrantes.

       
       


        

           
           
           

      Downloads das Apresentações

      Ethics and Compliance in the 21st Century

      O FATCA no Direito Brasileiro

       

       

       

  18. 03/08/2015 - ABBC realiza evento de lançamento de Guia de Responsabilidade Socioambiental

    1. Data: 03/08/2015

      Descrição:

      No último dia 17 de julho, a ABBC – Associação Brasileira de Bancos lançou o Guia de Responsabilidade Socioambiental, produzido pela equipe profissional da associação em parceria com a PwC.

      A ABBC e instituições associadas apoiadoras ofereceram um almoço no L’Hotel, que contou com a presença dos senhores Dr. Luiz Edson Feltrim, diretor de Relacionamento Institucional e Cidadania do Banco Central do Brasil; Dr. Amaury Martins de Oliva, Secretário Nacional do Consumidor da Senacon; Dra. Adriana da Silva Fernandes, Procuradora da República no Estado de São Paulo; responsável pelo Núcleo de Tratamento do Superendividamento do Procon SP, Sr. Diógenes Donizete Silva; do presidente do Conselho Sustentabilidade da FECOMERCIOSP, professor Jose Goldenberg.

      Em discurso de abertura, o presidente da ABBC, Sr. Manoel Cintra, destacou que questões sociais e ambientais não trazem apenas riscos, havendo também boas oportunidades a serem exploradas. O diretor Dr. Luiz Edson Feltrim destacou aos participantes a importância das ações e programas desenvolvidos em prol da Cidadania Financeira, aproveitando oportunidade para anunciar a sétima edição do Fórum Cidadania Financeira do Banco Central do Brasil, que será realizado em novembro.

      O evento contou com a presença do Sr. Marcus Manduca, sócio da PwC Risk Consulting, que fez um breve discurso ressaltando a parceria das instituições na produção do material. Também apresentou o relatório Megatendências, que traz diferentes perspectivas sobre as próximas grandes tendências mundiais.

      O guia é fruto da Resolução nº 4.327/2014, editada pelo Conselho Monetário Nacional, que prevê a criação e a implantação de políticas de responsabilidade socioambiental (PRSA) em todas as instituições autorizadas a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

      A resolução dispõe que cada instituição formalize em sua PRSA os princípios e as diretrizes para atuação frente às questões ambientais e sociais ligadas aos seus negócios e a sua relação com clientes e usuários dos produtos e serviços oferecidos.
       

       

           
           
           

      Clique aqui para fazer download do Guia

       

       

  19. 03/09/2015 - ABBC promove debate sobre documento consultivo do Comitê de Basileia

    1. Data: 03/09/2015

      Descrição:

      No último dia 3, a ABBC – Associação Brasileira de Bancos promoveu o seminário Risco de taxa de juros na carteira banking, realizado na sede da associação, em São Paulo. O encontro teve como objetivo fomentar o debate sobre o documento consultivo do Comitê de Basileia, Interest rate Risk in the Banking Book, recentemente apresentado pelo Banco Central do Brasil.
       
      O documento tem como pano de fundo a preocupação internacional de que as instituições financeiras disponham de níveis apropriados de capital para absorver eventuais perdas provocadas pelo processo de normalização monetária e elevação das taxas de juros. Sob o ponto de vista local, o contexto do debate foi avaliar as propostas de tratamento regulatório para os requerimentos mínimos de capital para o risco de taxa de juros das carteiras de não negociação das instituições financeiras.
      Para conduzir o tema, foi convidado Aníbal Codina, da MAPS SA, que possui 20 anos de atuação em instituições financeiras nacionais e internacionais, focado em risco de mercado, risco de liquidez, requerimentos de capital, legislação e normas.
      Codina destacou a participação do Banco Central do Brasil, desde 2009, no Comitê de Basileia, inclusive na elaboração do documento tema da palestra, e que o país deve ser totalmente aderente à sua versão final.

      Ele explicou algumas definições tratadas no documento e as alternativas que ele propõe para que as instituições financeiras avaliem de acordo com suas especificidades no que se referem aos tipos de clientes, produtos trabalhados e modelos gerenciais.

      O palestrante destacou também a consulta pública do Comitê, aberta para questionamentos, opiniões e recomendações, disponível até dia 11 de setembro. Participaram do encontro cerca de 70 representantes das instituições associadas e do setor financeiro em geral. 



  20. 12/08/2015 - ABBC e Cetip realizam seminário sobre crédito para médias e pequenas empresas

    1. Data: 12/08/2015

      Descrição:

      No dia 10 de agosto de 2015, a ABBC – Associação Brasileira de Bancos promoveu em conjunto com a Cetip o seminário “A importância do crédito para as médias e pequenas empresas”, em São Paulo, no Hotel Renaissance. Cerca de 110 participantes, entre representantes das instituições associadas a ABBC, de entidades congêneres e demais instituições financeiras interessadas, puderam compartilhar experiências, debater tendências e oportunidades.

      Entre os painéis realizados, o Sr. Otávio Damaso, diretor de regulação do Banco Central do Brasil falou sobre o Sistema Financeiro Nacional e o carreamento de recursos para as médias e pequenas empresas.

      Dada a importância do tema e dos impactos diretos sobre a economia brasileira, os senhores Paulo Alvim, diretor do SEBRAE, e Carlos Alberto dos Santos, consultor e economista sênior da Cosinergia, trouxeram para o debate os desafios e oportunidades do segmento para os bancos de varejo.

      Com o objetivo de abordar alguns condicionantes da oferta de crédito para as médias e pequenas empresas sob o ponto de vista das instituições financeiras de pequeno e médio porte, palestraram também os senhores Everton Gonçalves, superintendente de Assessoria Econômica da ABBC; Milton Luiz de Melo Santos, da Desenvolve SP – Agência de Desenvolvimento Paulista; e Edson Pedro Schneider, do Banco Cooperativo Sicredi S.A. – Bansicredi.

       

           
           
           
           
           
           
           

      Downloads das Apresentações

      02_Carlos Alberto

      03_Everton Gonçalves

      04_Milton Luiz

      05_Edson Pedro Schneider




       

       

  21. 26/06/2015 - ABBC recebe lançamento de 2ª edição do livro Compliance 360º

    1. Data: 26/06/2015

      Descrição:

      No dia 25 de junho, na sede da Associação Brasileira de Bancos, foi realizado o evento de lançamento do livro Compliance 360º, escrito por Ana Paula Candeloro, Maria Balbina Martins de Rizzo e Vinícius Pinho, que possuem larga experiência no mercado financeiro e de capitais.

      Publicada com o apoio da ABBC, a obra traz a visão inovadoras dos três profissionais sobre a função de Compliance dentro das instituições, além de depoimentos de profissionais convidados, que escrevem sobre suas experiências e casos curiosos.

      A 1ª edição do livro, de abril de 2012, teve 2.500 exemplares impressos e se esgotou. A insuficiência de publicações e material de pesquisa disponíveis sobre Compliance, especificamente em português, motivou os próprios autores a editarem a 2ª publicação.

      O evento contou com a presença de mais de 100 pessoas, entre profissionais da área e associados ABBC. Veja abaixo algumas fotos!

       

           
           
           


       

  22. 17/06/2015 - ABBC leva sustentabilidade ao Ciab FEBRABAN 2015

    1. Data: 17/06/2015

      Descrição:

      A ABBC – Associação Brasileira de Bancos participou do Ciab FEBRABAN 2015, no desenvolvimento dos painéis do dia 17 de junho da trilha Bancos de Médio e Pequeno Portes, apresentando importante conteúdo sobre sustentabilidade. O evento aconteceu entre os dias 16 e 18 de junho no Transamerica Expo Center, em São Paulo, e reuniu cerca de três mil congressistas.

      Moderado por Sérgio Odilon dos Anjos, consultor da ABBC, o primeiro painel do dia, Sustentabilidade socioambiental no sistema financeiro, iniciou com apresentação de Annelise Vendramini, coordenadora do programa Sustentabilidade Global & Finanças Sustentáveis do Centro de Estudos em Sustentabilidade da FGV-EAESP, que fez uma conexão relevante da sustentabilidade com o mundo econômico, abordando as pressões no planeta que, sem dúvida, trazem como consequência a instabilidade monetária. Segundo ela, o Brasil não está distante nessa discussão, ressaltando como marcos importantes o estabelecimento da Política Nacional do Meio Ambiente, em 1981, e a tutela do meio ambiente, na Constituição de 1988.

      Para Annelise, o pleno desenvolvimento se constrói com um sistema financeiro estável, resiliente e inovador. “As oportunidades estão na fronteira do conhecimento”, disse ela, e dependem de parcerias entre o mercado e o Estado. São tendências para investimento as energias renováveis; agronegócio e florestas, financiando restauro de áreas; e a transformação das cidades. No ambiente internacional, destacou o engajamento do mercado com o tema de finanças climáticas, por meio de projetos que diminuam emissões e os green bonds, títulos de dívida com alguns atributos adicionais, exigindo que os recursos captados sejam aplicados em projetos ambientalmente sustentáveis.

      Fabio de Almeida Lopes Araujo, analista da Gerência Administrativa em São Paulo da Coordenação de Educação Corporativa, Comunicação e Cultura do Banco Central do Brasil, reforçou que ações de educação financeira estão diretamente ligadas à sustentabilidade, pois um planejamento familiar financeiro garante estabilidade, solidez e controle de preços. Fabio divulgou os diversos programas e materiais que o BC têm desenvolvido por meio de parcerias estratégicas com esse objetivo, em destaque o Guia de Excelência dos Serviços Financeiros, que aumenta a eficiência do sistema.

      Respondendo questão da plateia em relação à matéria divulgada recentemente pelo jornal Valor Econômico, sobre estudos que põem em xeque a efetividade da educação financeira, Fábio reforçou que as medidas foram analisadas de forma isolada. Para ele, deve se esperar efeitos de longo prazo. Ações de educação financeira vêm sendo trabalhadas apenas a partir de 2005 e o Brasil está bem evoluído no assunto.

      Aparecida Teixeira de Morais, diretora de Recursos Humanos e Sustentabilidade do Tribanco, apresentou o modelo de negócio sustentável de sua instituição. Focada na distribuição de mercadorias no Brasil todo, como intermediária entre o pequeno e médio varejo e a indústria, a gestão do banco percebeu grande oportunidade de crescimento sustentável ao disponibilizar recursos e educação/ capacitação ao pequeno varejista. “Fazer o certo também dá lucro”, destacou. Hoje o Tribanco possui uma plataforma EAD com mais de 300 treinamentos a distância, além de prestar assessoria para os clientes.


  23. 17/06/2015 - ABBC promove debate sobre riscos e oportunidades no Ciab FEBRABAN 2015

    1. Data: 17/06/2015

      Descrição:

      A ABBC – Associação Brasileira de Bancos participou do Ciab FEBRABAN 2015 trazendo para a trilha Bancos de Médio e Pequeno Portes quatro painéis com importante conteúdo sobre sustentabilidade. O evento aconteceu entre os dias 16 e 18 de junho no Transamerica Expo Center, em São Paulo, e reuniu em torno de 17 mil visitantes.

      Conduzido por Sergio Odilon dos Anjos, consultor da ABBC, o painel sobre Sustentabilidade Operacional teve como convidados José Cristovam, CEO da Vertas Gerenciamento e Transformação de Resíduos Tecnológicos, e Carlos Rossin, diretor de Sustentabilidade da PwC Brasil.

      Especialistas no processo de manufatura reversa, a Vertas atua no descarte correto de materiais e também com a questão do investimento em imagem e reputação de seus clientes. “A tecnologia evolui o tempo todo e o custo de estocar materiais eletrônicos obsoletos é muito alto”, ressaltou Cristovam. A empresa atua no tratamento desses equipamentos fazendo-os voltarem a ser matéria-prima, de maneira auditável e com certificação, que pode servir de material para o marketing da empresa.

      Em seguida, Carlos Rossin, da PwC, trouxe uma apresentação sobre as mega tendências para o futuro. Há três fatores relacionados, um consequência do outro, que podem apresentar problemas e oportunidades para as empresas: o aumento expressivo da população, a ampliação do consumo e o crescimento dos resíduos sólidos. “A corresponsabilidade pelos problemas ambientais pode trazer novos mercados para o setor financeiro, com a tecnologia para o apoio nesse processo”, destacou, citando que para o efetivo gerenciamento do risco socioambiental são necessários o gerenciamento de pessoas, processos e tecnologia.
       



       

  24. 17/06/2015 - Eficiência energética é tema de painel da ABBC no Ciab FEBRABAN 2015

    1. Data: 17/06/2015

      Descrição:

      A ABBC – Associação Brasileira de Bancos participou do Ciab FEBRABAN 2015 trazendo para a trilha Bancos de Médio e Pequeno Portes quatro painéis com importante conteúdo sobre sustentabilidade. O evento aconteceu entre os dias 16 e 18 de junho no Transamerica Expo Center, em São Paulo, e reuniu em torno de 17 mil visitantes.

      Dois especialistas participaram do terceiro tema do dia Energias renováveis e eficiência energética: Roberto Kishinami, especialista em planejamento energético e consultor da ONG Amigos da Terra, e Marco Antonio Fujihara, diretor da Key Associados, empresa que atua no desenvolvimento de soluções sustentáveis em gestão, tecnologia e finanças, oferecendo produtos e serviços a diversos setores da economia.

      Kishinami detalhou a atual matriz energética brasileira, dependente 62% da energia hidráulica. A maior tendência apontada é a energia eólica, com previsão de crescimento de 229% até 2020. Porém, a energia solar é uma grande oportunidade no mercado, devido à curva da queda de preços, muito baixos se comparados a qualquer outra fonte. “A energia solar possui taxas interessantes de investimento”, completou. Para ele, uma geração mais distribuída, como em telhados residenciais, poderia ter o custo de instalação remunerado pela economia no uso da energia elétrica.

      Fujihara, o segundo palestrante, falou sobre a complicada regulação brasileira no setor de energia. A conta de eletricidade hoje é mais de 50% composta por impostos, encargos e taxa de fio. A concentração em energia hidráulica, a falta de planejamento do setor público e atrasos em obras aumentam a necessidade da diversificação de fontes. “Está aí uma grande oportunidade para bancos médios se capitalizarem por meio dos green bonds, se qualificarem nesse processo: um dinheiro barato que pode entrar no mercado rapidamente por meio de critérios de sustentabilidade”, argumentou Fujihara, complementando que leilões de energia eólica também são um bom investimento, mas que falta cultura de trabalhar com instrumentos novos e mecanismos para atrair outros parceiros e dar segurança ao processo.

      Para Roberto Kishinami, um bom projeto de redução de perda de energia, ou de compra de perdas, já seria um ponto de partida. “É possível gerar energia para o futuro reduzindo as perdas na transmissão”, complementou. Os setores que mais perdem são o de transporte e a indústria.

       



       

       

  25. 08/06/2015 - Boas práticas de gestão de risco operacional foi tema de palestra na ABBC

    1. Data: 08/06/2015

      Descrição:

      No dia 19 de maio, no auditório da ABBC – Associação Brasileira de Bancos, foi realizada a palestra “Revisão dos princípios de boas práticas na gestão de risco operacional”, apresentada por Evangelos Sekeris e Jan Kang, da empresa AON Risk Solutions.

      A apresentação teve como foco discutir os desdobramentos da crise financeira de 2008 nas práticas de gestão de risco operacional. Foram tratados os aspectos fundamentais do documento “Review of the Principles for the Sound Management of Operational Risk”, produzido pelo BIS - Bank for International Settlements, cujo objetivo é aprofundar a visão sobre práticas de gestão de risco, observar modelos utilizados e corrigir distorções.

      Os participantes avançaram no tema, expondo ideias, esclarecendo dúvidas e apresentando práticas e situações cotidianas de suas respectivas instituições, por meio de um diálogo aberto com os palestrantes. Estiveram presentes representantes dos associados da ABBC, além de profissionais de outras instituições ligados às áreas de risco e conformidade.



  26. 03/06/2015 - ABBC promove seminário sobre novo CPC

    1. Data: 03/06/2015

      Descrição:

      A ABBC – Associação Brasileira de Bancos organizou no dia 2 de junho o seminário “Alterações do Novo Código de Processo Civil na execução de créditos oriundos do sistema financeiro”, ministrado pelo Dr. Adelmo Emerenciano, do escritório Emerenciano, Baggio e Associados.

      No encontro foram abordados os impactos no novo CPC, que entrará em vigor em meados de 2016, e irá proporcionar mais agilidade à Justiça por determinar que os tribunais possam otimizar respostas em demandas que tratam da mesma questão jurídica, permitindo que causas semelhantes tenham solução mais rápida.

      Ao término, os participantes tiraram dúvidas e fizeram questionamentos sobre o novo código, proporcionando boa troca de informações e compartilhamento de respostas, selando a qualidade do encontro. Estiveram presentes representantes das áreas jurídicas e correlacionadas dos associados da ABBC, além de operadores do Direito de outras instituições.


  27. 14/05/2015 - ABBC apoia 5º Seminário Abecip focado em Letras Imobiliárias Garantidas (LIG)

    1. Data: 14/05/2015

      Descrição:

      A ABBC - Associação Brasileira de Bancos apoia a divulgação do 5º Seminário Abecip: LIG – A Hora do Covered Bond no Brasil, que acontecerá no o próximo dia 20 de maio no Hotel Unique, em São Paulo. Reunindo especialistas internacionais, reguladores, emissores e investidores, o evento trará a discussão sobre as perspectivas para a implantação e consolidação das Letras Imobiliárias Garantidas (LIGs) no Brasil.
       
      Os palestrantes destacarão o papel desse instrumento na estrutura de recursos do sistema financeiro, garantindo atendimento da demanda de empréstimos imobiliários de longo prazo. O Seminário será dividido em seis painéis, que contextualizarão o Covered Bond no mundo, abordarão a recente criação da LIG por meio da lei nº 13.097, de 20 de janeiro de 2015, e seus aspectos jurídicos, além de painéis específicos com emissores e investidores.
       
      Serviço
      5º Seminário Abecip: LIG – A Hora do Covered Bond no Brasil
      Data: 20/05/2015
      Horário: das 9h às 17 h
      Local: Hotel Unique
      Avenida Brigadeiro Luís Antonio, 4.700 - Jardim Paulista, São Paulo - SP
       
      Para mais informações sobre a agenda do evento e perfil dos palestrantes, acesse http://www.seminarioabecip.org.br. Associados ABBC têm desconto especial na inscrição.
  28. 13/05/2015 - ABBC apoia a 3ª edição do Encontro de Conselheiros IBGC

    1. Data: 13/05/2015

      Descrição:

      A ABBC - Associação Brasileira de Bancos apoia o 3º Encontro de Conselheiros do Instituto Brasileiro de Governança Corporativa - IBGC, que ocorrerá em 21 de maio, no Sheraton WTC Hotel, em São Paulo.

      A ABBC sempre apoiou iniciativas de fortalecimento e divulgação das boas práticas de padrões de governança corporativa. Neste ano, na terceira edição do Encontro de Conselheiros, será trazida para discussão a importância da gestão de riscos na pauta do conselho de administração e a relação entre risco, estratégia e responsabilidade dos administradores, ao definir as novas tendências e exemplos encontrados no mercado.

      Estão programadas sessões expositivas e interativas, sendo que ao final do evento haverá uma plenária para que sejam apontados os temas mais importantes em discussão voltados à melhor execução do trabalho realizado pelos Conselhos de Administração do Brasil.

      Serviço
      3º Encontro de Conselheiros
      Data: 21/05/2015
      Horário: das 7h30 às 19h10
      Local: Sheraton WTC Hotel
      Avenida das Nações Unidas, 12.559 - Brooklin Novo – São Paulo - SP


      Mais informações pelo site http://www.ibgc.org.br/encontro2015/index.php

  29. 12/03/2015 - Palestra gratuita sobre finanças pessoais recebe profissionais de diversas áreas e professores da rede pública

    1. Data: 12/03/2015

      Descrição:

      Nos dias 09 e 12 de março, a ABBC Educacional realizou sessões especiais e gratuitas da palestra “Gestão de Finanças Pessoais e Educação Financeira”. A ação fez parte da “2ª Semana Nacional de Educação Financeira - ENEF”, que aconteceu entre os dias 09 e 15 deste mês. Em sua primeira edição, realizada no ano passado, o evento contou com mais de 170 iniciativas, entre palestras, cursos, workshops e gincanas.

      A primeira apresentação contou com a participação de profissionais de diversas áreas de atuação, dentro e fora do setor financeiro. Já a segunda foi voltada aos professores da rede pública de ensino do município de São Paulo. Os palestrantes integram a rede de colaboradores em Educação Financeira do Banco Central do Brasil. A participação da comunidade em geral e dos professores é fundamental para a disseminação da área de educação financeira e da conscientização sobre a importância de uma gestão sustentável de finanças pessoais.

      O conteúdo disponibilizado aos convidados faz parte do programa “Cidadania Financeira”, desenvolvido pelo Banco Central. Além das palestras, cada participante recebeu material impresso com cartilhas e apostilas sobre gestão de finanças pessoais e educação financeira.

      “A palestra teve um conteúdo excelente e, com certeza, será de grande valia em minha gestão pessoal de finanças daqui para frente”, comentou Vanessa Ramalho, coordenadora de comunicação e uma das participantes. Para ela, a iniciativa da ABBC Educacional é fundamental para a conscientização daqueles que buscam aprimorar conhecimentos nessa área.

      Entre os principais tópicos apresentados na palestra, estiveram o incentivo à mudança de comportamento e à adoção do consumo responsável, proporcionando capacidade de administrar a vida em sociedade, fazer escolhas, sonhar e descobrir formas de realização dos caminhos traçados.



  30. 10/02/2015 - Palestra sobre Lei Anticorrupção foi realizada na ABBC

    1. Data: 10/02/2015

      Descrição:

      A ABBC promoveu no dia 10 de fevereiro a palestra “Lei Anticorrupção - Na era da empresa limpa”, ministrada por Gustavo Lucena, da empresa Deloitte.

      Foram abordados os impactos da Lei Nº 12.846, de 01 de agosto de 2013, uma das mais rigorosas e avançadas legislações do mundo no combate à corrupção.

      Alguns exemplos de realidade da área de Compliance nas empresas foram apresentados, bem como a atuação, influência na gestão e onde está posicionada nas organizações.

      Ao final, os participantes fizeram diversas perguntas, proporcionando boa troca de experiências e compartilhamento de situações, exaltando a qualidade do encontro.

      Estiveram presentes representantes dos associados da ABBC, além de profissionais de outras instituições ligados às áreas de risco e conformidade.

  31. 09/02/2015 - ABBC firma acordo com Grupo Resolv para solução em crédito consignado

    1. Data: 09/02/2015

      Descrição:

      A ABBC – Associação Brasileira de Bancos acaba de fechar um acordo operacional com o Grupo Resolv, empresa de soluções e serviços direcionados ao crédito consignado, atendendo à solicitação dos associados. Insere-se no rol de atividades e missão da associação a busca e o desenvolvimento de serviços compartilhados com objetivo de reduzir os custos operacionais das instituições associadas.

      O SCO – Sistema de Controle de Óbitos é um recurso de automação para os cartórios brasileiros, uma ferramenta que registra, processa e centraliza a base de óbitos. Conta atualmente com mais de 21 milhões de registros, informados diretamente pelos cartórios em todo território nacional e atualizados mensalmente.

      Entre os principais benefícios do sistema está o uso como uma ferramenta antifraude, na área de cessão de crédito. Nas áreas de cadastro e cobrança, permite fazer uma higienização de base de clientes, conferindo assertividade na comunicação com o cliente, aumento de produtividade e eliminação de custos desnecessários para a cobrança de clientes falecidos. Além disso, permite realizar o resgate do seguro prestamista no prazo, aumentando os recursos financeiros disponíveis para liquidação da operação.

  32. 13/01/2015 - Entrevista realizada com a superintendência de Responsabilidade Socioambiental da ABBC

    1. Data: 13/01/2015

      Descrição:

      A ABBC criou em 2014 a Superintendência de Responsabilidade Socioambiental – área liderada pela economista Maria de Fátima Cavalcante Tosini – para fortalecer suas ações e atuar na consultoria e na capacitação para a Política de Responsabilidade Socioambiental (PRSA) das instituições financeiras e demais entidades autorizadas a funcionar pelo Banco Central.
      Maria de Fátima contribuiu na elaboração da Resolução Nº 4.327 (http://goo.gl/6yCcfh), que estabelece as diretrizes para implementação da PRSA.
       
      Confira a entrevista realizada com a economista!

      ABBC: Como a ABBC contribuirá para que as boas práticas de Responsabilidade Socioambiental sejam difundidas às instituições financeiras associadas?
      Maria de Fátima: O Banco Central sempre reforçou a importância das entidades de classe na disseminação das boas práticas de gestão e governança para o setor financeiro. As associações têm um papel muito importante nesse sentido. No caso da ABBC, que tem como foco principal as instituições financeiras de pequeno e médio porte, o processo deve ser ainda mais intenso devido à maior carência em relação ao estabelecimento de políticas de responsabilidade socioambiental.
      Com a criação da Superintendência de Responsabilidade Socioambiental, a ABBC reforça o compromisso em auxiliar as instituições na adoção de boas práticas e desenvolvimento de suas próprias políticas, respeitando o porte e a complexidade das operações de cada uma delas.
       
      ABBC: Em que momento recente da nossa economia a Responsabilidade Socioambiental passou a ser vista de forma intensa?
      Maria de Fátima: Na crise de 2008, com a quebra do Lehman Brothers e do sistema bancário e imobiliário americano, despertou-se uma questão importantíssima dentro do mercado financeiro: a regulação.
      O mundo inteiro notou a fragilidade do mercado e a necessidade de regulação. Então abriu-se um espaço para pensar se não deveríamos regular também as questões socioambientais dentro do sistema financeiro uma vez que os riscos são cada vez mais crescentes.
       
      ABBC: Quais foram as medidas iniciais adotadas no Brasil?
      Maria de Fátima: A norma que consideramos um marco, que nos permitiu dizer ‘agora sim, começamos a regular questões socioambientais dentro do mercado financeiro’ foi a Resolução nº 3.545 do Conselho Monetário Nacional (CMN) (http://goo.gl/z4hS6M), que estabelece regras para o crédito rural. Essa resolução previu que todo crédito rural concedido para o Bioma Amazônia precisa estar em conformidade ambiental. Até sua aprovação, não existia norma do Conselho Monetário Nacional com esse tipo de exigência ambiental.
       
      ABBC: Como se deu a criação da Resolução nº 4.327?
      Maria de Fátima: A Resolução nº 4.327 (http://goo.gl/6yCcfh) foi a última emitida pelo Conselho Monetário Nacional. Durante a Rio +20, em 2012, uma versão preliminar da norma foi colocada em audiência pública por três meses, e contou com contribuições de diversos atores da sociedade.
      A norma foi debatida não só com as instituições financeiras, mas com todos os stakeholders, associações de classe, pesquisadores e professores de universidades e de outras instituições de pesquisa, representantes da sociedade civil organizada, ambientalistas e também representantes de vários órgãos do governo federal - Ministério do Meio Ambiente, Ministério da Fazenda, Ministério Público etc. Por ter sido amplamente debatida, foi uma norma bem aceita tanto pelo setor financeiro quanto pelo setor produtivo.
       
      ABBC: Há algum país na América Latina que tenha adotado uma postura semelhante à do Brasil?
      Maria de Fátima: O Brasil tem sido referência nesse campo. Somos precursores no mundo inteiro em relação à regulação socioambiental nas instituições financeiras. A Resolução nº 4.327 colocou o país na vanguarda, uma vez que foi o primeiro no mundo a fazer tal exigência para todas as instituições financeiras. Alguns países têm normas semelhantes, mas são obrigatórias apenas para instituições com carteira de crédito.
       
      Ex-analista do Bacen, Maria de Fátima também é Doutora e Mestra em Economia pela Unicamp, onde defendeu a tese “Risco ambiental para as instituições financeiras bancárias”, que originou um livro de mesmo nome. Ela também conta com intensa participação acadêmica em publicações periódicas, artigos e boletins para o Banco Central.


  33. 18/12/2014 - CMN e BC aprimoram regulamentação das cooperativas de crédito

    1. Data: 18/12/2014

      Descrição:

      O Banco Central do Brasil, visando dar maior divulgação ao processo de consulta pública, disponibilizou em sua página (Clique aqui) os Editais 46/2014, 47/2014 e 48/2014, de 18 de novembro de 2014, contendo minuta de ato normativo dispondo respectivamente sobre:

      I – cooperativas de crédito que tenham como objeto social principal a prestação de garantias em operações de crédito;

      II – segmentação das cooperativas de crédito e impactos na exigência de capital e governança; processo de autorização e de cancelamento de autorização para funcionamento das cooperativas de crédito; e possibilidade que entidade de auditoria cooperativa (EAC) possa realizar auditoria independente no documento Balanço Combinado do Sistema Cooperativo e auditoria externa nas demonstrações contábeis das cooperativas com as quais possua vínculo societário direto; e

      III – auditoria cooperativa no segmento de cooperativas de crédito.

      Lembramos que eventuais contribuições no sentido do aprimoramento do documento ora apresentado devem ser remetidas ao Departamento de Regulação do Sistema Financeiro (Denor) até o dia 16 de fevereiro de 2015, por intermédio do atalho para envio das sugestões identificado no próprio sítio ou do e-mail denor@bcb.gov.br.

  34. 03/12/2014 - ABBC reúne associados e convidados em evento São Paulo

    1. Data: 03/12/2014

      Descrição:

      No dia 03/12/14 a ABBC realizou o coquetel de final de ano para associados e convidados. Manoel Felix Cintra Neto, presidente da associação, registrou em seu discurso os avanços e desafios de 2014 e ainda revelou projetos para 2015: “No próximo ano, queremos contribuir ainda mais com a economia, atendendo e auxiliando em termos de Educação Financeira os cidadãos que fazem parte da classe social recentemente integrada ao sistema financeiro, para que desenvolvam postura de poupadores”.

      Mais de 80 pessoas participaram do evento, que contou com a presença dos representantes do Bacen: Geraldo Magela Siqueira, secretário executivo, Lucio Rodrigues Capelletto, do chefe do departamento de supervisão bancária e Julio Cesar Paranatinga Carneiro, chefe do departamento de regulação e normas. Também estiveram presentes o presidente da Febraban, Murilo Portugal e Carlos Alberto Botelho de Souza Barros, presidente da Ancord. Além dos  representantes de instituições financeiras associadas e convidados.

      O evento aconteceu no The View Bar, em São Paulo, e foi embalado pelo som ao vivo da Joe Roberts Band, executando clássicos do rock. 

       

  35. 27/11/2014 - ABBC marca presença no VI Fórum Banco Central de Inclusão Financeira

    1. Data: 27/11/2014

      Descrição:

      Facilitação gráfica e Quiz sobre instrumentos de poupança foram algumas das interações propostas pela associação aos participantes do evento

      Durante os dias 17 e 19 de novembro a Associação Brasileira dos Bancos (ABBC) participou do VI Fórum Banco Central de Inclusão Financeira, realizado em Florianópolis (SC) pelo Banco Central (BC). Cerca de mil pessoas de diversas regiões do Brasil e de outros países participaram do evento, cujo tema foi “Pense globalmente, atue localmente” e abordou a importância da formação de poupança pela sociedade em geral. Um dos destaques relacionados ao assunto foram as inovações apresentadas em instrumentos financeiros e provisão de crédito para micro e pequenos negócios.

      O presidente da ABBC, Manoel Cintra, participou da mesa “Fomento do hábito de poupar e novos instrumentos de aplicação”, no terceiro dia do evento e reforçou a importância da educação financeira para investimento. “O fomento à poupança promove a cidadania, pois capacita à autonomia e reduz a dependência do Estado. Quanto mais inclusão, maior preocupação devemos ter com educação para poupar”.

      Entre as novidades apresentadas e que serão trazidas para o dia a dia do mercado financeiro brasileiro estão: Relatório Regional; o Sistema Registrato, desenvolvido pelo Banco Central, com participação efetiva da ABBC e da Febraban; aprimoramento do sistema de reclamações contra instituições financeiras registradas por cidadãos através da Circular 3.729 do BC; relatório de prestação de contas da Parceria Nacional para Inclusão Financeira (PNIF); elevação do limite para saldo mensal de contas simplificadas para R$ 3 mil; e o aprimoramento da regulamentação das cooperativas de crédito, que passarão a emitir Letras Financeiras.

      Interação
      Em seu estande, a ABBC promoveu um Quiz interativo sobre instrumentos de poupança, dividido em quatro períodos, para interação dos congressistas. Mais de 130 pessoas participaram da ação.

      No decorrer das palestras e oficinas, a ABBC disponibilizou uma equipe de facilitação gráfica, processo artístico que registrou o conteúdo das palestras e oficinas em imagens para propiciar melhor compreensão dos assuntos abordados. Todos os participantes do Quiz ABBC receberão, via e-mail, um link para baixar as ilustrações produzidas no evento.

       

      Para conferir as fotos do evento, inclusive do estande da ABBC, confira a galeria abaixo: 

             
             
             
  36. 22/11/2014 - BACEN participa de palestra sobre SCR e IF Data na ABBC

    1. Data: 22/11/2014

      Descrição:

      SCR - Sistema de Informações de Crédito e o IF Data, ambas apresentadas por Gilneu Astolphi Vivan e Ailton de Aquino Santos, do Departamento de Monitoramento do Sistema Financeiro do Banco Central (DESIG).

      Foi dado destaque sobre a importância das funcionalidades do SCR e sua utilização como instrumento das áreas de crédito, bem como o sistema IF Data, que substituiu o ranking “50 maiores”, e disponibiliza informações de Instituições Financeiras, sendo possível parametrizar dados de acordo com a necessidade de classificação do usuário.

      Os participantes avançaram no tema, expondo suas ideias, esclarecendo dúvidas e apresentando práticas e situações cotidianas de suas respectivas instituições, por meio  de um diálogo aberto entre os representantes do órgão regulador e os associados ABBC.

      Foi exposto ainda o trabalho constante do Banco Central de aperfeiçoamento das ferramentas de informações e acessos, beneficiando tanto o sistema financeiro, como a sociedade.

      A questão do histórico de portabilidade de contratos também foi debatida. Verificando o monitoramento das operações financeiras com dados da CIP (Câmara Interbancária de Pagamentos) e do SCR é possível identificar o comportamento individual dos bancos e oferecer condições para mapear os problemas existentes.

       

  37. 31/10/2014 - ABBC promove Seminário sobre Escrituração Contábil Fiscal

    1. Data: 31/10/2014

      Descrição:

      A ABBC – Associação Brasileira de Bancos realizou dia 28 de outubro o seminário Novas Obrigações Fiscais para 2015, com apresentação do Sr. Abdias Melo, da ABM&C Consultoria e Desenvolvimento. O encontro reuniu cerca de 30 profissionais das instituições associadas com a finalidade de apresentar, esclarecer e orientar na solução sobre as alterações na Lei 12.973/14 de complemento às regras de legislação tributária federal.

      Em resumo, a mudança contempla a Escrituração Contábil Fiscal (ECF) e os novos instrumentos eletrônicos, como o eSocial – projeto que tem como premissa unificar, integrar e padronizar o envio de informações das áreas trabalhista, previdenciárias e fiscais em uma única entrega –, a Escrituração Contábil Digital (ECD) e a nota fiscal eletrônica. A ECF, que já está em vigor, passa a ser uma ferramenta de reporte das informações, aumentando o nível de detalhamento ao Fisco para a apuração de impostos.

      A palestra foi relevante ao alertar acerca de possíveis complicações no preenchimento e entrega das informações ao Fisco, ressaltando a importância das instituições se adaptarem antes da vigência da norma. A primeira entrega referente ao ano calendário de 2014 está prevista para 31/07/2015.

      O Brasil está se adaptando à “nova” Contabilidade Internacional. Novas obrigações e regras surgem e as antigas mudam rapidamente. Até 2014, a base contábil do Fisco era de 2007, exigindo dos profissionais da área a reversão dos ajustes feitos para adequação ao Padrão Internacional de Contabilidade. Durante a apresentação, também foi mostrada a evolução do tratamento tributário fiscal no Brasil, chegando à convergência das Leis nº 11.638 e nº 11.941.

       

  38. 16/10/2014 - ABBC promove a palestra “Atualidades sobre tributação da folha de salários”

    1. Data: 16/10/2014

      Descrição:

      A ABBC realizou no último dia 16 a palestra “Atualidades sobre tributação da folha de salários”, ministrada por Leonardo Mazzillo, sócio do Escritório W Faria Advogados. No encontro foram apresentados os temas: FAP (Fator Acidentário Previdenciário), verbas controvertidas (hiring bonus/ bônus de retenção/ gratificações especiais) e teses em discussão no judiciário, relacionadas aos temas da palestra.

      Tratam-se de assuntos de indiscutível relevância nas organizações, pois abordam questões que impactam diretamente nos tributos incidentes sobre a folha de pagamento de funcionários.

      Estiveram presentes representantes das áreas de Recursos Humanos e correlacionadas dos associados da ABBC, enaltecendo o evento.

      Ao final, um rico debate de casos reais abordados pelos participantes e o palestrante, proporcionou rica troca de informações e compartilhamento de experiências, reforçando a qualidade do encontro.

       

  39. 17/09/2014 - Seminário Resolução nº 4.327 do CMN Bacen – Responsabilidade Socioambiental Realizado pela ABBC em 17.09.2014

    1. Data: 17/09/2014

      Descrição:

      A Resolução nº 4.327 dispõe sobre as diretrizes que devem ser observadas no estabelecimento e na implementação da Política de Responsabilidade Socioambiental “PRSA” pelas instituições financeiras e demais instituições autorizadas pelo Banco Central do Brasil. Ela traz a necessidade de adaptações e novas preocupações com as quais o mercado financeiro deverá estar atento.

       

      A ABBC realizou no último dia 17 de setembro o Seminário Resolução nº 4.327, sob a coordenação do escritório Pinheiro Neto Advogados e consultoria da EQOM Partners. Foram abordados no encontro o atendimento legal da normatização e de práticas adotadas ao estabelecer o gerenciamento de riscos no âmbito da Política de Responsabilidade Socioambiental.

       

      As políticas socioambientais já estão presentes no cotidiano das empresas. Fato é que toda e qualquer atividade empresarial deve direcionar esforços às práticas de governança corporativa que compreendam a sustentabilidade. A consciência quanto ao tratamento dado ao meio ambiente, bem como a influência e o relacionamento com a sociedade em geral, fornecedores, público externo e interno, devem estar intrínsecos aos negócios.

       

      Na indústria financeira não é diferente, vez que deve-se considerar riscos socioambientais no processo de gerenciamento das diversas modalidades de riscos a que estão expostas. Diretrizes passam agora a ser construídas entre as Instituições Financeiras e órgãos reguladores, além do tema gradativamente ganhar espaço na mídia, no Ministério Público e em ONGs – e muito se discute sobre como as Instituições Financeiras podem exercer um papel de controle e de contribuição às práticas socioambientais, pois a estas poderá inclusive recair a responsabilidade por danos causados ao meio ambiente, oriundos de créditos tomados por empresas junto às instituições.

       

      A Resolução nº 4.327 não define o exato conteúdo da PRSA, mas prevê que devem existir princípios e diretrizes que norteiem as ações de natureza socioambiental nos negócios e na relação com as partes interessadas.

       

      Caberá às Instituições Financeiras revisitar os critérios adotados para a captação de clientes, mapear as atividades por eles exercidas, preocupando-se com as operações que realiza, não apenas aquelas voltadas a financiamentos ou ainda estabelecidas em áreas sensíveis, mas sim em todo tipo de operação que poderá de alguma forma causar direta ou indiretamente impacto ou dano socioambiental, sendo certo que a adoção das medidas acima devem ser cobradas conforme a natureza da instituição e a complexidade de suas atividades.

       

      A Resolução orienta o mercado a não apenas voltar a atenção para aspectos ambientais, mas também, baseados na mesma importância, olhar para responsabilidade social no âmbito da própria instituição e seu público interno, no cumprimento de questões trabalhistas, no respeito a normas de saúde e segurança do trabalho, na atenção aos clientes e fornecedores – de forma a evitar o vínculo de sua imagem à fomentação de práticas e condutas destrutivas, como a utilização de força de trabalho em condições análogas à de escravo e trabalho ou exploração infantil.

       

      A PRSA deverá trazer requisitos mínimos não somente para identificar, mas para monitorar e mitigar o risco socioambiental, dependendo do tipo de atividade; quanto ao registro das perdas efetivas em função de danos socioambientais; quanto à avaliação prévia dos potenciais impactos socioambientais negativos de novas modalidades de produtos e serviços (inclusive risco de reputação); e procedimentos para adequação às mudanças legais, regulamentares e de mercado. 

       

      Institucionalmente, a diretoria da instituição e o Conselho de Administração, quando houver, deverão aprovar a PRSA e o Plano de Ação; deve haver estrutura de Governança compatível com o porte, natureza do negócio e complexidade de serviços, para assegurar o cumprimento da PRSA. Um diretor responsável pelo cumprimento da PRSA deverá ser designado, sendo facultada a constituição de Comitê de Responsabilidade Socioambiental. Ações de gerenciamento de risco socioambiental devem estar subordinadas a uma unidade de gerenciamento de risco da instituição, que deverão ser amplamente divulgadas interna e externamente, sendo certo que toda manutenção de documentação relativa à PSRA deverá ser mantida à disposição do órgão regulador.

       

      Sob o ponto de vista de governança, a EQOM Partners alertou que as instituições deverão,  preventivamente, integrar as variadas visões de riscos já traçadas (crédito, mercado, operacional, legal e reputacional) com o contexto socioambiental, procedendo a análise dos contratos das operações, que deverão conter mecanismos e cláusulas socioambientais, manter acompanhamento quanto às mudanças legais e regulamentações de mercado sob a ótica de risco socioambiental, analisar conjuntamente clientes e fornecedores e eventual comunicação destes com os riscos socioambientais passíveis de gerenciamento.

       

      E ainda, a já vigente Lei nº 9.605, que dispõe sobre as sanções penais e administrativas derivadas de condutas e atividades lesivas ao meio ambiente, estabelece que “quem, de qualquer forma, concorre para a prática dos crimes previstos nesta Lei, incide nas penas a estes cominadas, na medida da sua culpabilidade, bem como o diretor, o administrador, o membro de conselho e de órgão técnico, o auditor, o gerente, o preposto ou mandatário de pessoa jurídica, que, sabendo da conduta criminosa de outrem, deixar de impedir a sua prática, quando podia agir para evitá-la” poderá ser responsabilizado – desta forma, já é essencial a adoção de critérios que visam a mitigação de riscos na esfera ambiental, o que leva tais gestores ao pleno conhecimento e cautela em suas decisões.

       

      Cientes de que há um bom trabalho pela frente para atendimento à norma, que envolverá o apoio das Associação e das Instituições Financeiras, por meio de suas áreas de riscos, jurídico e comercial, os participantes do seminário puderam dirimir dúvidas e trocar experiências, certamente relevantes para a formação deste conceito, visto que a cultura da responsabilidade socioambiental deverá ser disseminada junto às Instituições, desde à recepção até a presidência das companhias.

  40. 19/09/2014 - FGC passa aceitar novas garantias para cobertura do DGPE I.

    1. Data: 19/09/2014

      Descrição:

      Informamos que o Fundo Garantidor de Créditos - FGC passou a aceitar, além daquelas garantias já aceitas, o CCB-PJ, Consignado e Veículos para a cobertura do DPGE I.
      As instituições associadas ao Fundo que optarem por vincular tais garantias terão o desconto proporcional na contribuição devida, nos termos da Resolução 4312, de 20/02/2014, anexa.
      As instituições financeiras na adoção de tais procedimentos deverão encaminhar e-mail para atendimento.dpge@fgc.org.br, por meio do qual serão disponibilizadas as informações necessárias para a operação. Ressaltamos que o processo homologatório requisita um prazo médio de 8 dias úteis, segundo o FGC.
      O processo de redução de alíquota na contribuição devida sobre o estoque de DPGE I considera o saldo de garantias entregues e devidamente formalizadas junto ao FGC na data de fechamento do mês. Por isso, é recomendável iniciar este processo com antecedência.
      Uma vez entregues as garantias para a cobertura do DPGE I, o saldo deverá ser mantido até o vencimento dos DPGEs que foram incluídos no grupo de ativos garantidos.
      A ABBC se coloca à disposição para quaisquer esclarecimentos necessários.

      Atenciosamente,

      ABBC – Associação Brasileira de Bancos

  41. 25/08/2014 - ABBC | Nota Falecimento – Antônio Ermírio de Moraes

    1. Data: 25/08/2014

      Descrição:

      A ABBC - Associação Brasileira de Bancos, por intermédio de seus Diretores, Conselheiros e Colaboradores, lamenta com profundo pesar o falecimento de Sr. Antônio Ermírio de Moraes, Presidente de honra do Grupo Votorantim,ocorrido na noite de domingo – 24/08/2014.

      Manifestamos nossas sinceras condolências aos seus familiares e amigos.

      ABBC - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE BANCOS

  42. 20/08/2014 - ABBC lamenta morte de Eduardo Campos

    1. Data: 20/08/2014

      Descrição:

      A ABBC - Associação Brasileira de Bancos, por intermédio de seus Diretores, Conselheiros e Colaboradores, lamenta com profundo pesar o falecimento de Sr. Eduardo Henrique Accioly Campos, ex-governador do Estado de Pernambuco e candidato à Presidência da República, ocorrido na manhã desta quarta-feira – 13/08/2014.
      Manifestamos nossas sinceras condolências aos seus familiares, ao povo brasileiro e amigos.

      ABBC - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE BANCOS 

  43. 18/08/2014 - ABBC apoia 6ª edição do Congresso Latino-Americano de Inclusão Financeira

    1. Data: 18/08/2014

      Descrição:

      A ABBC apoia a 6ª edição do Congresso Latino-Americano de Inclusão Financeira, pela primeira vez no Brasil, o evento será promovido pela FELABAN em conjunto com a FEBRABAN nos dias 18 e 19 de agosto, no Hotel Intercontinental, em São Paulo.
      O evento anual debate as questões sobre a inclusão financeira na América Latina e recebe executivos e especialistas nacionais e internacionais, que apresentam seus projetos visando difundir a atividade bancária nas distintas esferas sociais.
      Além disso, serão discutidos os meios de pagamentos que mais colaboram com a inclusão financeira, análises e informações sobre assuntos relacionados ao tema, como: crédito consignado, direitos do consumidor, cooperativas de crédito, microcrédito e outros assuntos do segmento.
      Conceituados nomes do setor financeiro estarão presentes na ocasião, Murilo Portugal, presidente da FEBRABAN, Giorgio Trettenero, Secretário Geral da FELABAN – Colômbia, Luiz Edson Feltrim, Diretor de Relacionamento Institucional e Cidadania do Banco Central do Brasil, Ricardo Morishita, Diretor de Pesquisas e Projetos do Instituto Brasiliense de Direito Público - IDP – Brasil, Renato Oliva, Conselheiro da ABBC - Associação Brasileira de Bancos, entre outros.
      Associados à ABBC terão desconto na inscrição. Saiba mais.
      Agenda
      Data: 18 e 19/08
      Horário: 9h às 17h30
      Local: Hotel Intercontinental SP (Alameda Santos, 1.123)
      Informações sobre o evento e sua programação podem ser acessadas no link
      abaixo:
      http://www.febraban.org.br/clif/index.html
  44. 17/07/2014 - 39º Café com Sustentabilidade

    1. Data: 17/07/2014

      Descrição:

      A ABBC – Associação Brasileira de Bancos em parceria com a Febraban –
      Federação Brasileira de Bancos, promoveram no dia 16 de julho, um encontro
      que teve como tema a “Resolução 4.327 do Banco Central de 25 de abril de
      2014”.

       

      O evento contou com a presença de executivos do setor financeiro, e teve
      como convidados especiais, os senhores Rodrigo Nogueira, Gerente Geral da
      Unidade de Desenvolvimento Sustentável do Banco do Brasil e Diretor
      Setorial da Comissão de Responsabilidade Social e Sustentabilidade da
      FEBRABAN, Sérgio Odilon, chefe do Departamento de Regulação do Sistema
      Financeiro do BC, Rodrigo Pereira Porto, Assessor Sênior do Departamento de
      Normas do Sistema Financeiro do BC, Carlos Donizeti Maia, Superintendente
      Executivo de Public Policy do Santander e Gabriel Miguel Cezar, Membro
      Executivo da Comissão de Crédito Pessoa Jurídica da ABBC e Gerente Geral de
      Crédito do Banco Sofisa S/A.

      Na ocasião, os palestrantes discutiram sobre as diretrizes a serem
      observadas no estabelecimento e na implementação da Política de
      Responsabilidade Socioambiental pelas instituições financeiras, e abordaram
      ações estratégicas como a governança dessas instituições na gestão do risco
      socioambiental.

      Confira as apresentações realizadas no evento.

      apresentação 1

      apresentação 2

  45. 16/05/2014 - Evento COE – 15 de maio de 2014

    1. Data: 16/05/2014

      Descrição:

      A ABBC – Associação Brasileira de Bancos promoveu em sua sede, na última quinta-feira, 15 de maio, uma reunião com o Banco Central para apresentação do COE (Certificado de Operações Estruturadas).
      Na presença de representantes de 20 bancos, Sérgio Odilon dos Anjos, chefe do Departamento de Regulação do Banco Central, falou sobre a implantação do certificado. O COE é uma fonte complementar de captação das Instituições Financeiras com estrutura de rentabilidades com características de instrumentos financeiros derivativos.
      Odilon advertiu, também, que as Instituições Financeiras devem buscar estratégias eficientes para aplicação do conceito de suitability, ao estabelecer padrões para que a oferta do produto seja feita de acordo com o perfil dos aplicadores e buscar melhores práticas que transmitam aos seus clientes os custos, benefícios e riscos inerentes às transações, além da transparência em relação às obrigações dos contratantes, atividade que deve estar ligada à gestão de risco e controles operacionais de cada banco.
      Atualmente, o mercado apresenta R$ 2 bilhões de volume em circulação e a expectativa é que esse valor chegue a R$ 15 bilhões até o fim de 2014.
      Para saber mais sobre o COE, acesse o artigo publicado pela Assessoria Econômica da ABBC.


      ABBC - Associação brasileira de bancos

  46. 12/05/2014 - Novos Ativos na Plataforma Cetip | Trader - Captação

    1. Data: 12/05/2014

      Descrição:

      A CETIP S.A. – MERCADOS ORGANIZADOS em comunicado nesta data, informa acerca da inclusão da LCI – Letra de Crédito Imobiliário e LCA – Letra de Crédito do Agronegócio, no rol de ativos passíveis de negociação na Cetip | Trader Captação – Sistema de Negociação de Ativos.

      A lista completa dos ativos que podem ser negociados na Plataforma consta nos Manuais de Operações.

      O Manual de Normas do Sistema de Negociação Primária (Integrante da Plataforma Cetip | Trader - Captação), bem como o Manual de Operações e a tabela de preços estão disponíveis para download no site da Cetip (www.cetip.com.br/comunicados-e-documentos).


      Esclarecimentos adicionais poderão ser obtidos com a Gerência de Operações da Cetip, por meio dos telefones (11) 3111-1540, (11) 3111.1978, (11) 3111.1597 e (21) 2276.7597 ou na ABBC, através da Secretaria do Comitê de Gestão (11) 3288-1688 .

  47. 09/05/2014 - 5º Seminário IBCPF de Planejamento Financeiro Pessoal

    1. Data: 09/05/2014

      Descrição:

      A ABBC está apoiando o 5º Seminário IBCPF de Planejamento Financeiro Pessoal, que acontecerá na sexta-feira, dia 09 de maio, no Sheraton WTC Convention Center, em São Paulo.

      O evento aborda temas relacionados ao planejamento financeiro no Brasil e contará com as seguintes palestras:

      · Planejamento financeiro transforma a vida das pessoas
      · Cenário Político-Econômico
      · Diversificação Global num Mundo de Incertezas
      · Seguros e Previdência no Planejamento Financeiro Pessoal
      · The Emotional Investor

      Confira a programação completa e o perfil dos palestrantes no site http://www.ibcpf.org.br/5seminario/

      Inscreva-se pelo e-mail eventos@ibcpf.org.br dizendo que é nosso convidado e pague apenas R$ 600,00!

  48. 09/04/2014 - ABBC lança hotsite sobre a Plataforma de Negociação de Títulos de Renda Fixa

    1. Data: 09/04/2014

      Descrição:

      A Plataforma de Negociação de Títulos de Renda Fixa, solução inovadora no mercado financeiro brasileiro por propiciar o acesso de corretoras e distribuidoras a instrumentos emitidos por bancos e financeiras, entrou em operação no dia 08 de abril e, para auxiliar o mercado a melhor entendê-la, a ABBC lançou um hotsite que explica detalhadamente seu funcionamento.

      Acessando www.abbc.org.br/plataforma, é apresentado de forma clara e didática o histórico da Plataforma, seus benefícios, relações de bancos e corretoras; também conta com um passo a passo de como uma instituição financeira pode se cadastrar.

      Com a Plataforma, os emissores poderão contar com a capilaridade das corretoras e distribuidoras, que, por sua vez, se beneficiarão com ampliação de portfólio. O investidor, por sua vez, além de contar com acesso a esses instrumentos, terá a segurança e transparência da funcionalidade Cetip | Certifica, que assegura o registro do ativo e a identificação do investidor final.

  49. 27/03/2014 - 2º Congresso Regional de Crédito e Cobrança Norte e Nordeste Oferece novas oportunidades de negócios da indústria regional de C&C

    1. Data: 27/03/2014

      Descrição:

      A ABBC – Associação Brasileira de Bancos apoiará o 2º Congresso Regional de Crédito e Cobrança Norte e Nordeste, que acontecerá no dia 10 de abril no Centro de Eventos Ceará, em Fortaleza.

      O evento contará com a participação do economista e ex-presidente do Banco Central, Gustavo Loyola, que discorrerá sobre as tendências econômicas do Brasil em 2014, considerando as influências dos grandes eventos desse ano. Outro destaque para essa edição é o espaço INNOVAR, que reunirá cases de sucesso, compartilhando experiências de êxito com os participantes.


      2º Congresso Regional de Crédito e Cobrança Norte e Nordeste
      Data: 10.04.2014 – quinta-feira
      Horário: 08h00 às 19h00
      Local: Centro de Eventos Ceará – Pavilhão Leste
      Mais informações: http://www.cmspeople.com/eventos/2014/brasil/fortaleza/
      Inscrições: http://www.cmspeople.com/eventos/2014/brasil/fortaleza/inscricao/

  50. 25/03/2014 - ABBC apoia debate sobre o desenvolvimento do mercado de renda fixa no Brasil

    1. Data: 25/03/2014

      Descrição:

      1ª Conferência Cetip de Renda Fixa reunirá líderes e autoridades brasileiros e internacionais para discutir a aplicação da experiência em mercados estrangeiros ao cenário local

       

      A ABBC-Associação Brasileira de Bancos, apoiará a Conferência Cetip de Renda Fixa, no dia 14 de maio. Em sua primeira edição, o evento será realizado no Hotel Unique, em São Paulo, com a participação de líderes e autoridades do mercado de renda fixa do Brasil e do exterior.

      Um dos destaques da conferência será a participação do norte-americano Barry Eichengreen, que abordará a importância do mercado de renda fixa para o desenvolvimento de um país emergente como o Brasil. Eichengreen é economista e professor de Economia e Ciências Políticas na Universidade de Berkeley, na Califórnia, e seus trabalhos mais recentes abordam a atual crise financeira e suas consequências mais profundas.

      A experiência em mercados financeiros internacionais será compartilhada, ainda, por Zohar Goshen, professor de Direito da Universidade de Columbia e ex-presidente da autoridade reguladora de Israel – ISA (equivalente à Comissão de Valores Mobiliários dos EUA) de 2008 a 2011. Como palestrante, Goshen elucidará a importância da legislação e das políticas econômicas para o mercado de renda fixa em países em desenvolvimento.

      O papel de organismos reguladores no mercado de títulos privados também está na pauta da Conferência Cetip de Renda Fixa, que contará com apresentação do Presidente da CVM, Leonardo Pereira, assim como a adequação de produtos e infraestrutura para o mercado de renda fixa brasileiro, que será esmiuçada em painel com a participação de Alexei Remizov, Head de Mercado de Capitais do HSBC em Nova Iorque.
      Representantes do Banco Central, Ministério da Fazenda, Itaú Unibanco, Previ, entre outros, também integram o quadro de palestrantes da Conferência, além de executivos da Cetip.

      As palestras e painéis serão mediados pela jornalista Ana Paula Padrão. A programação completa e informações adicionais podem ser acessadas no site da Conferência Cetip de Renda Fixa.

      1ª Conferência Cetip de Renda Fixa
      Data: 14/05/2014, quarta-feira
      Horário: 8h – 19h
      Local: Hotel Unique – Av. Brigadeiro Luís Antônio, 4700, São Paulo – SP
      Inscrições: http://conferenciaderendafixa.com.br/site/home.php

  51. 11/02/2014 - ABBC Apóia o Evento Latam Retail Banking Conference

    1. Data: 11/02/2014

      Descrição:

      Prezado (a),

      A ABBC-Associação Brasileira de Bancos apoiará o evento Latam Retail Banking Conference, a ser realizado nos dias 03 e 04 de abril de 2014, em São Paulo.

      O evento reunirá os principais executivos dos Bancos de Varejo da região para debater sobre as melhores práticas do setor. Na conferência, você acompanhará discussões sobre o progresso e tendências das instituições financeiras e como elas se posicionam para competir com os bancos nacionais e estrangeiros, aproveitando os seus investimentos em novas tecnologias. O evento contará ainda com sessões especiais para destacar importantes assuntos e desafios enfrentados e as opiniões dos experts sobre o tema.

      Visite a página oficial do evento: Clique aqui!

      Associados ABBC têm 20% de desconto! Inscreva-se pelo e-mail sanjay.swamy@fleminggulf.com informando o código promocional “ABBC-20”.

      ABBC – Associação Brasileira de Bancos

  52. 15/01/2014 - ABBC fica no Top 5 da Gerin em dezembro

    1. Data: 15/01/2014

      Descrição:

      A Gerência-Executiva de Relacionamento com Investidores (Gerin) do Banco Central, anunciou as instituições TOP 5 de dezembro de 2013, ranking das melhores empresas de curto, médio e longo prazo que participam da Pesquisa de Expectativa do Mercado. Esta Pesquisa, tem como objetivo monitorar o mercado diante das principais variáveis macroeconômicas, dando embasamento à política monetária, como o índice de preços, crescimento do PIB, taxa de câmbio, entre outros.

      A ABBC se orgulha em, mais uma vez, ser destaque entre as empresas de longo prazo, ficando entre as cinco principais nas categorias IGP-DI e IGP-M!

      Caso queira ver a lista completa do Top 5, clique aqui.

  53. 07/01/2014 - Prorrogada a data de Implantação do Fator de Vencimento

    1. Data: 07/01/2014

      Descrição:

      A Febraban divulgou a nova data do ajuste do Fator de Vencimento para os Boletos de Cobrança.
      Pelo comunicado FB-001/2014, a implantação da nova regra, que estava prevista para 12 de março de 2014 (quarta-feira), foi alterada para 21 de março de 2014 (sexta-feira). A data foi escolhida pois as áreas de Tecnologia adotam o padrão de implantação de sistemas às sextas-feiras.


      Em consequência desta alteração, o fator de vencimento na data de implantação de 21.03.2013 será 6.009 em substituição ao fator 6.000 contido no manual operacional – Fator de Vencimento contido no comunicado FB-122 de 14 de setembro de 2012.


      Para mais informações, contatar psouza@abbc.org.br.

  54. 07/01/2014 - Indicadores do Segmento Bancário – Atualização da Base de Dados

    1. Data: 07/01/2014

      Descrição:

      Com o objetivo de subsidiar os seus associados, a ABBC disponibiliza uma ferramenta que tem como objetivo a homogeneização dos diferentes conceitos metodológicos existentes para a apuração de indicadores do setor bancário. Com ela, é possível identificar as peculiaridades dos diversos tipos de instituições e obter um melhor entendimento do desempenho de cada uma frente aos seus pares. Sendo assim, a Assessoria Econômica disponibiliza a última atualização disponível, o terceiro trimestre de 2013 (3T13).


      Para um breve descritivo do projeto, clique aqui


      Para acessar o sistema, favor solicitar o login através do seguinte e-mail: assessoriaeconomica@abbc.org.br

  55. 07/01/2014 - Manual de Acesso ao STR via Internet

    1. Data: 07/01/2014

      Descrição:

      A versão 1.6 do Manual de Acesso ao STR via Internet foi divulgada pelo Banco Central pelo Comunicado 25.069 de 03 de Janeiro de 2014.
      O material apresenta orientações sobre os requisitos de segurança para acesso ao sistema e, também, sobre os tipos de mensagens disponíveis.


      Clique aqui e acesse o documento.

  56. 26/12/2013 - Sistema de Sustação de Cheque - SSC

    1. Data: 26/12/2013

      Descrição:

      O Sistema de Sustação de Cheque (SSC), que entrará no ar em maio de 2014, oferece mais segurança, sinergia e agilidade aos processos de solicitação eletrônica de sustação ou cancelamento de sustação de cheques que tenham sido roubados, furtados ou extraviados, quando do acolhimento em depósito, custódia ou mesmo após sua liquidação.

      Atualmente, a sustação e cancelamento de sustação são realizados por meio do TIC – Sistema de Troca de Informações de Cheques Custodiados, que passará a atuar apenas com Custódia de Cheques.
      O SSC é obrigatório e restrito para as Instituições Financeiras participantes da Compe. Após essa data não serão mais acatadas solicitações de sustação ou de cancelamento de sustação por outros mecanismos.

      Para mais detalhes, entre em contato com psouza@abbc.org.br.

  57. 16/12/2013 - Fórum Basileia III: A visão da supervisão

    1. Data: 16/12/2013

      Descrição:

      No dia 11 de dezembro, a ABBC promoveu conjuntamente com a The Professional Risk Managers International Association (PRMIA) o Fórum "Basileia III: A visão da supervisão". Pelo Departamento de Supervisão Bancária do Banco Central participaram Lúcio Rodrigues Capelletto (Chefe do Departamento) e Fábio Lacerda Carneiro (Chefe Adjunto) e o evento contou com a moderação de Claudio Augusto Rotolo, Diretor de Governança, Risco e Compliance da ABBC. Na oportunidade, os mais de setenta participantes puderam transmitir aos supervisores as suas dúvidas e preocupações com a implantação dos novos requisitos de Basileia.
  58. 10/12/2013 - Encontro com a Diretoria de Relacionamento Institucional e Cidadania do Banco Central

    1. Data: 10/12/2013

      Descrição:

      No dia 9 de dezembro, a convite da Diretoria de Relacionamento Institucional e Cidadania, um grupo de trabalho composto por ouvidores de instituições associadas teve um encontro com a Secretaria Executiva e com os departamentos de Atendimento Institucional, de Regulação do Sistema Financeiro e do Departamento de Supervisão de Conduta do Banco Central. Além de apresentar uma análise do desempenho e dos desafios no exercício das atividades das ouvidorias, o grupo relatou a consolidação das suas percepções do novo contexto que cerca as relações entre as instituições financeiras, os órgãos de supervisão e os consumidores. Entre as mensagens transmitidas ao órgão regulador e supervisor, a mais importante foi a de contemplar no plano estratégico da ABBC a criação da Comissão de Relacionamento entre Instituições Financeiras e Consumidores que terá como principal finalidade a disseminação de melhores práticas para as atividades exercidas pelas ouvidorias.


      Para ver a apresentação, clique aqui

  59. 14/11/2013 - ABBC participa do V Fórum Banco Central sobre Inclusão Financeira

    1. Data: 14/11/2013

      Descrição:

      A ABBC – Associação Brasileira de Bancos – participou pelo terceiro ano consecutivo do Fórum Banco Central sobre Inclusão Financeira, realizado entre os dias 4 e 6 de novembro em Fortaleza (CE). Com o tema central Educação, Proteção, Inovação: Cidadania no acesso a serviços financeiros, o evento discutiu iniciativas em diversos setores para a ampliação do acesso ao sistema com qualidade e sustentabilidade.

      Mais de 800 pessoas participaram do Fórum, entre instituições financeiras, operadores de microfinanças, potenciais investidores, representantes do setor educacional, de organismos governamentais, multilaterais e do terceiro setor, além de pesquisadores e líderes de opinião do Brasil e exterior.

      O evento contou com a participação do presidente da ABBC, Manoel Cintra, no debate sobre “o desafio de educar na oferta do crédito”. Cintra parabenizou o Departamento de Educação Financeira do Banco Central pelo lançamento do Guia de Excelência de Educação na Oferta de Serviços Financeiros (material elaborado com participação da ABBC), e lembrou que a crise americana, além de estímulos deficientes aos originadores de crédito, foi marcada pela ausência de educação financeira dos consumidores.

      Carlos Lofrano, diretor executivo da associação, participou da mesa de regulação bancária e seus reflexos para os consumidores. Lofrano resumiu que “a função da regulação é definir com transparência as regras do jogo, de maneira a proteger os consumidores e, simultaneamente, criar condições para que haja uma concorrência justa”.

      Durante o evento, a ABBC lançou o Calendário de Planejamento Financeiro 2014, com dicas e orientações financeiras para cada mês do ano, e uma cartilha com atividades e história em quadrinhos, voltada a crianças, com a introdução de conceitos para despertar o interesse e se relacionarem melhor com o dinheiro. Para acessar os discursos e apresentações do evento, clique aqui.
       

      Regulamentação para pagamentos móveis
      Outro destaque do Fórum foi o anúncio feito pelo Banco Central, que instituiu o marco regulatório para arranjos e instituições de pagamento. Essas regras permitem ao cidadão realizar pagamentos sem intermediação de instituições financeiras.

      Ao fazer o anúncio, o presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, comentou que a regulamentação cria “um ambiente propício ao desenvolvimento de novas soluções adequadas a diferentes tipos de necessidades, em particular para os consumidores ainda sem acesso a serviços financeiros, alinhando-se às políticas já existentes de inclusão social”. Para mais detalhes sobre o tema, clique aqui.

       

  60. 01/11/2013 - Termômetro do Crédito – Nova publicação da Assessoria Econômica

    1. Data: 01/11/2013

      Descrição:

      O “Termômetro do Crédito” é uma nova publicação da Assessoria Econômica da ABBC que objetiva fornecer informações mensais sobre o mercado de crédito nacional.


      A nota técnica de setembro evidencia que a carteira de crédito equivaleu a 55,5% do PIB, sendo composta, ainda, em sua maioria de operações livres. O valor concedido no mês somou quase R$ 300 bilhões, os quais resultaram numa média diária superior à de agosto e Set./12. Já os juros apresentaram outra alta. Todavia, como o aumento anual é menor do que o registrado na ponta da captação, o spread bruto vem se reduzindo ao longo de 2013. Ao mesmo tempo, o prazo médio das concessões continuou representando o dobro do verificado para a carteira. Por fim, a taxa de inadimplência aumentou, embora seja menor do que no mesmo mês do ano anterior.

       

      Para ter acesso às informações na íntegra, acesse aqui.

  61. 11/10/2013 - Nota de Crédito – Segundo Trimestre de 2013

    1. Data: 11/10/2013

      Descrição:

      A Assessoria Econômica da ABBC publicou a Nota de Crédito referente ao segundo trimestre de 2013, com o objetivo de acompanhar a evolução do mercado de crédito no sistema financeiro nacional.

      Esta edição aponta a continuidade do processo de crescimento da carteira, inclusive quando comparada ao PIB, impulsionada pelas operações direcionadas, num cenário de elevação da participação pública, em detrimento das instituições privadas nacionais ou estrangeiras.

      Concomitantemente ao movimento, a taxa média de juros permaneceu inalterada, contudo, a manutenção da trajetória declinante do spread prosseguiu, dado o aumento na ponta da captação. Também no período o prazo médio da carteira ampliou, num ritmo menos acentuado que o das concessões, enquanto a inadimplência diminuiu tanto nas pessoas físicas como nas jurídicas.

      Para te acesso às informações na íntegra, acesse aqui.

  62. 10/10/2013 - Newsletter Econômico Financeira - Setembro

    1. Data: 10/10/2013

      Descrição:

      A ABBC – Associação Brasileira de Bancos acaba de divulgar a Newsletter Econômico Financeira, edição referente ao mês de setembro, análise produzida pela equipe de Assessoria Econômica.
      O destaque da edição é para os cinco anos da quebra do Lehman Brothers, bem como seus reflexos sobre a economia e o sistema financeiro internacional. A análise reforça que o debate acerca das origens e desdobramentos da última grande crise financeira ainda não está pacificado, que o afrouxamento excessivo das políticas monetárias gera o risco de estimular a formação de novas “bolhas” e que as recuperações das economias tendem a ser graduais até que se encontre um novo equilíbrio na alocação das poupanças dos principais atores globais.
      Entre as leituras sugeridas estão o texto do Chairman do Financial Stability Board que aponta os progressos e desafios da reforma financeira, um alerta do ex-presidente do Financial Services Authority do Reino Unido sobre o excesso de endividamento e uma crítica da pesquisadora de Stanford sobre a evolução das reformas financeiras.


      Para ter acesso às informações na íntegra, acesse aqui.

  63. 03/10/2013 - Indicadores do segmento bancário - 2ª fase

    1. Data: 03/10/2013

      Descrição:

      Com o objetivo de subsidiar os seus associados, a ABBC disponibiliza uma ferramenta que tem como objetivo a homogeneização dos diferentes conceitos metodológicos existentes para a apuração de indicadores do setor bancário. Com ela, é possível identificar as peculiaridades dos diversos tipos de instituições e obter um melhor entendimento do desempenho de cada uma frente aos seus pares. Assim, Assessoria Econômica lança a 2ª fase do projeto que contempla não só a atualização da base de dados (2T13), mas também novos indicadores referentes à Concentração de Mercado (Índice Herfindahl-Hirschman e RC4) e Novos gráficos (Distribuição das instituições por cada indicador).
      Para um breve descritivo do projeto, clique aqui

      Para acessar o sistema, favor solicitar o login através do seguinte e-mail: assessoriaeconomica@abbc.org.br

  64. 02/10/2013 - Plataforma de negociação de ativos

    1. Data: 02/10/2013

      Descrição:

      A ABBC - Associação Brasileira de Bancos está desenvolvendo com entidades parceiras, uma plataforma inovadora para negociação de Certificados de Depósito Bancário (CDBs) no varejo. A ferramenta estará disponível em breve e constituir-se-á importante alternativa de funding para os bancos associados.

      O projeto consiste em um instrumento para distribuição de produtos de renda fixa a investidores de pequeno porte, conferindo grande capilaridade na captação dos bancos, que poderão oferecer um produto com tickets menores, voltados para pessoa física.

      Para o investidor, a plataforma entrega segurança e transparência na aquisição de títulos (no lançamento CDBs e LCs e, posteriormente, letras financeiras, letras de crédito imobiliário, letras de crédito do agronegócio)por conta da integração com os sistemas de liquidação e de registro da Cetip e do seguro de crédito oferecido aos investidores por meio do Fundo Garantidor de Crédito (FGC), recentemente ampliado para R$ 250 mil (CPF/Instituição Financeira).

      Somada à estabilidade, os clientes finais devem se beneficiar com melhores taxas de retorno.

      A ferramenta está em fase final de desenvolvimento e, tão logo concluídos os trabalhos de modelagem da estrutura operacional e de governança, a ABBC convidará os interessados para a respectiva apresentação.

      ABBC – Associação Brasileira de Bancos

  65. 28/08/2013 - ABBC encontra a delegação da Tanzânia

    1. Data: 28/08/2013

      Descrição:

      No dia 27 de agosto, a ABBC – Associação Brasileira de Bancos, com a participação das áreas Educacional, Institucional e de Assessoria Econômica, esteve com uma delegação de executivos do banco CRDB PLC da Tanzânia, num encontro no Hotel Renaissance. O objetivo da reunião foi discutir sobre os desafios do desenvolvimento da rede de correspondentes bancários dos bancos médios e os motivos para a utilização desse canal de distribuição.

      O CRDB PLC, o maior banco comercial na Tanzânia, atende aos diferentes segmentos da população do país e, além dos serviços regulares, tem proporcionado serviços de micro finanças. Na reunião, descreveu-se o ambiente que cerca a relação entre os bancos médios e os correspondentes no país, desde o cenário macroeconômico, a composição do sistema financeiro nacional, a importância das operações de crédito consignado na inclusão financeira e as particularidades que caracterizam o segmento que a ABBC representa.

  66. 27/08/2013 - ABBC participa de workshop para otimizar resolução de conflitos no setor financeiro

    1. Data: 27/08/2013

      Descrição:

      No dia 23 de agosto a ABBC participou do workshop “Intercâmbio de Experiências entre a Iniciativa Privada e o Poder Público”, realizado no Tribunal Superior do Trabalho, em Brasília, reunindo entidades representantes das instituições que compões o Sistema Financeiro Nacional.

      O objetivo do encontro, organizado pelo Ministério da Justiça e pela Secretaria Nacional da Reforma do Judiciário, foi propor um grupo de trabalho entre as entidades atuantes para planejamento de estratégias para a redução e prevenção de demandas judiciais no setor. O grupo deve ser formado nas próximas semanas e a expectativa do secretário nacional de Reforma do Judiciário, Flavio Caetano, para a criação do plano é de 60 dias.

      “É grande o volume de processos da justiça brasileira provenientes do setor financeiro. Um dos focos do trabalho é propor medidas para solucionar conflitos por meio de mediações. Mas ações de prevenção, como capacitações e treinamentos, também fazem parte da estratégia de redução de processos litigiosos”, comentou Carlos Eduardo Lofrano, diretor executivo da ABBC que representou a associação no workshop.

      Também estiveram presentes representantes do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e de associações do setor financeiro, entre eles o presidente da Confederação Nacional das Instituições Financeiras, Luiz Carlos Trabuco Cappi, e Murilo Portugal da Febraban.

  67. 22/08/2013 - ABBC apoia o 9º Congresso Nacional de Crédito e Cobrança

    1. Data: 22/08/2013

      Descrição:

      A ABBC – Associação Brasileira de Bancos apoiará o 9º Congresso Nacional de Crédito e Cobrança, a ser realizado nos dias 22 e 23 de outubro, no Expo Center Norte, em São Paulo. Associados ABBC terão 10% de desconto na inscrição para o congresso.

      O evento é o maior encontro de líderes da indústria de crédito e cobrança na América Latina. Grandes nomes do mercado financeiro estarão reunidos para trocar experiências, compartilhar conhecimento e refletir de maneira aprofundada sobre o atual cenário em nosso país.

      Entre os destaques para o Congresso deste ano está o CMS Credit Networking Lab, espaço em que os participantes poderão interagir e discutir temas específicos do mercado. No Espaço INnovar, a proposta é somar expertises e trocar experiências num ambiente de grandes empresas.

      Para mais informações sobre o congresso, visite a página oficial do evento em www.cmspeople.com/eventos/2013/brasil/9.

      Associados que desejam se inscrever, entrem em contato pelo telefone (11) 3957-1309 (Viviane ou César).

  68. 19/08/2013 - ABBC participa do VIII Seminário Anual sobre Riscos, Estabilidade Financeira e Economia Bancária do Banco Central

    1. Data: 19/08/2013

      Descrição:

      A ABBC – Associação Brasileira de Bancos, representada por seu economista-chefe, Everton Gonçalves, participou do VIII Seminário Anual sobre Riscos, Estabilidade Financeira e Economia Bancária do Banco Central do Brasil, em que foram debatidos temas de interesse do sistema financeiro.

      Segundo Everton, foi uma ótima oportunidade para conhecer trabalhos técnicos produzidos por analistas de renome internacional, que abordam temas extremamente atuais, como: bancos de importância sistêmica, redes e contágio, indicadores de risco sistêmico e medidas macroprudenciais e contracíclicas.

      Na abertura do evento, o Ministro Alexandre Tombini, presidente do Banco Central do Brasil, ressaltou que, apesar das profundas transformações ocorridas nos últimos anos – como o avanço estrutural do crédito, a inclusão financeira e talvez a maior crise da história –, o sistema nacional vem se mantendo sólido, bem capitalizado, com elevados níveis de liquidez e de provisionamento.

      A palestra principal foi proferida por Stefan Ingves, presidente do Comitê de Basileia para Supervisão Bancária, o qual relativizou o temor de que as regras mais rígidas para capital próprio dos bancos reduzam a oferta de crédito e dificultem a recuperação econômica. Para o Comitê, o efeito líquido para a sociedade seria positivo quando comparado com os prejuízos provocados pelos desastres financeiros, como o de 2008.

      De acordo com Ingves, a grande questão é o monitoramento da alavancagem, a capacidade de detectar antecipadamente o crescimento excessivo e de forma a evitar surpresas desagradáveis. Finalmente, o presidente do Comitê de Basileia ressaltou a esperança de que os bancos tenham aprendido algo com a crise.

  69. 17/08/2013 - ABBC Aperfeiçoa seu Plano de Continuidade de Negócios

    1. Data: 17/08/2013

      Descrição:

      A ABBC – Associação Brasileira de Bancos apresentou aos seus gestores no dia 2 de agosto o novo Plano de Continuidade de Negócios – PCN.
      Ele proporciona uma maior segurança na continuidade de processamento de compensação e de outros serviços, cobrindo os cenários de indisponibilidade operacional. Após investir na estrutura de alta disponibilidade interna do site, a ABBC decidiu garantir maior segurança através da contratação de um provedor qualificado para hospedar o site de contingência.

       

      “Hoje a ABBC realiza a compensação de cheques para cerca de 100 instituições financeiras. Para se ter ideia da importância sistêmica desse investimento, a média diária das transações cursadas pela ABBC supera R$ 1 bilhão. Nessa operação foram processados, ao todo, mais de 120 milhões de documentos ao longo de 2012” , detalhou Paulo Souza, Superintendente de Infraestrutura e TI.


      Além dos investimentos realizados para a implantação da compensação por imagem, os investimentos de remodelação dos sites principal e de contingência, realizados entre 2011 e 2013, aproximam-se de R$ 3 milhões. “A ABBC passa a contar com um Datacenter externo como um site secundário, que possui replicação das operações a cada 30 minutos, além de uma estrutura off site para alocação das equipes operacionais e de apoio”, ressaltou Paulo.

       

      O desenvolvimento do plano foi iniciado em julho de 2012, com os levantamentos técnicos e da estrutura necessária. “O levantamento das informações técnicas e o processo de cada atividade dos colaboradores ABBC trouxe como resultado um material com alto nível de detalhes, compilando estratégias de continuidade, riscos por processos, conclusões e recomendações”, explicou Lúcio Carvalho, gerente de projetos.

       

      Ponceano Vivas, diretor institucional da ABBC, reforçou que o ano de 2013 está sendo um marco para a associação. “Completamos 30 anos no dia 23 de março passado; uma nova estrutura de governança superior, eleita em Assembleia Geral realizada em 26 de junho, que permite vislumbrar maiores estratégias organizacionais; e agora, o PCN finalizado permitindo maior segurança na prestação dos serviços que realizamos. E acrescentou: “Faz parte de nossas metas identificar alternativas que tragam soluções, facilidades e redução de custos aos nossos associados, com segurança e transparência”.
       

  70. 15/08/2013 - BANESE é o novo associado da ABBC

    1. Data: 15/08/2013

      Descrição:

      A ABBC – Associação Brasileira de Bancos recebe como novo associado o Banco do Estado de Sergipe – BANESE (www.banese.com.br).

      Maior banco do Estado do Sergipe, o BANESE é uma instituição que busca ativamente o pleno crescimento de toda a sociedade sergipana, fornecendo soluções financeiras, de forma sustentável, gerando valor para seus clientes e acionistas. Para isso, estimula as potencialidades coletivas e individuais, sempre engajado em promover o desenvolvimento econômico, social e cultural do estado.


      Com esta nova filiação, o quadro de associados ABBC passa a contar com 87 instituições financeiras.

  71. 05/08/2013 - Confira os cursos oferecidos pela ABBC em agosto de 2013

    1. Data: 05/08/2013

      Descrição:

      Buscando a constante capacitação dos profissionais e integrantes do Sistema Financeiro Nacional (SFN), a ABBC oferece no mês de agosto cursos e treinamentos que incluem importantes aspectos de legislação, serviços e boas práticas.

      Os cursos são ministrados na sede da ABBC, localizada na Avenida Paulista, 949 – 6º andar – São Paulo – SP e também em Belo Horizonte.

       

      Veja a seguir os treinamentos e as datas disponíveis:

       

       

       

      Para mais informações, visite a área de cursos ou entre em contato com Educação - educacional@abbc.org.br ou pelo telefone (11) 3288-1688.

       

  72. 30/07/2013 - ABBC reestrutura Comissão de Tecnologia e Serviços Compartilhados

    1. Data: 30/07/2013

      Descrição:

      A partir do segundo semestre, a ABBC retomará a agenda de discussões sobre tecnologia e compartilhamento de serviços/sistemas, identificando o momento de resgatar assuntos importantes desses temas. Para isso, a Comissão de Tecnologia e Serviços Compartilhados, constituída por executivos/ representantes das instituições associadas, será reestruturada, priorizando frentes de atuação comuns, com a expectativa de otimizar soluções seguindo o conceito de serviços compartilhados.

      A comissão foi criada com o objetivo de identificar oportunidades de melhorias em processos e serviços. A primeira reunião está agendada para o próximo dia 30 de julho, na sede da associação.

      Para mais informações, entre em contato com o grupo de comissões pelo e-mail comissoes@abbc.org.br.

  73. 12/07/2013 - Newsletter Econômico Financeira - Julho

    1. Data: 12/07/2013

      Descrição:

      A ABBC – Associação Brasileira de Bancos divulga a Newsletter Econômico Financeira do mês de julho, produzida pela Assessoria Econômica da ABBC, trazendo uma seleção de notícias sobre regulação, assuntos em destaque, leituras sugeridas e as principais notícias do período para a indústria bancária.

      Nessa edição, destacamos o comentário da Assessoria Econômica que enfatiza uma hierarquia entre as moedas que tornam distintos os efeitos da volta à normalidade monetária nos EUA. Entre as leituras sugeridas, temos uma que descreve uma percepção monetarista para a inflação baixa nos Estados Unidos e um argumento que as autoridades não estão isentas aos cenários políticos.


      Abordamos também as audiências públicas do BIS para o cálculo do índice de alavancagem e da CVM para o depósito centralizado, custódia e escrituração de valores mobiliários, além das discussões acerca do ciclo de gestão de crédito e da sustentabilidade no ambiente das instituições financeiras.


      A edição contempla também normativos que visam adaptar a regulamentação às novas circunstâncias econômicas, no que tange aos compulsórios, e o pagamento antecipado das exportações.
      Para ter acesso às informações na íntegra, acesse aqui.

  74. 23/07/2013 - BC divulga aplicativo para visitantes estrangeiros

    1. Data: 23/07/2013

      Descrição:

      Com a proximidade da Jornada Mundial da Juventude – evento internacional organizado pela Igreja Católica que reúne jovens do mundo todo –, os usuários poderão contar novamente com o auxílio do aplicativo Câmbio Legal criado pelo Banco Central do Brasil. A solução foi criada com o objetivo de facilitar aos turistas obterem informações sobre as Instituições e os locais para realizar operações de troca de moedas.

      Lançado em junho de 2013, e sendo utilizada durante o evento da Copa das Confederações, a solução pesquisa e apresenta pontos de câmbio mais próximos do usuário, baseados nos recursos de geolocalização do próprio smartphone. O aplicativo é voltado para dispositivos móveis com as plataformas Android ou IOS e pode ser baixado gratuitamente.

      Além disso, visando familiarizar os turistas com as notas das famílias do Real, foi criado um hotsite http://www.dinheirobrasileiro.bcb.gov.br para apresentar cada geração de notas e seus respectivos detalhes de segurança. O hotsite está disponível em três idiomas: Português, Inglês e Espanhol.

  75. 10/07/2013 - ABBC apoia seminário Basileia III

    1. Data: 10/07/2013

      Descrição:

      No dia 10 de julho de 2013 será realizado o seminário Basileia III - Experiência e Expectativas no Brasil, promovido pelo Núcleo de Estudos de Riscos da FGV-EAESP, que conta com o apoio da ABBC. O evento tem como objetivo apresentar e avaliar o estágio atual e as perspectivas de implantação das recomendações de Basileia III no Sistema Financeiro Brasileiro, com palestrantes experientes, participação do BACEN, representantes de instituições financeiras, de consultorias e dos meios acadêmicos.
      O seminário ocorrerá das 8h30 às 15h30 em São Paulo, na Rua Itapeva, 432, 4º andar, Salão Nobre (próximo à estação Trianon-Masp do metrô).
      Palestras:
      Basileia III – Experiência e Expectativas no Brasil
      Rodrigo Lara Pinto Coelho – Chefe Adjunto de Departamento de Monitoramento do Sistema Financeiro, do BACEN.

      Basileia III – Seu Impacto nos Negócios Financeiros e no Crédito para Pequenas e Médias Empresas
      Sr. Milto Bardini – Vice-Presidente do BICBANCO

      Basileia III – Brasil x outros países
      Marcus Manduca – Sócio da PWC

      Basileia III – Sua Adaptação ao Contexto Brasileiro
      Roberto Troster – Economista

      Mais informações, acesse www.fgv.br/ifin.

  76. 07/07/2013 - ABBC elege presidente e apresenta nova estrutura de governança

    1. Data: 07/07/2013

      Descrição:

      A ABBC – Associação Brasileira de Bancos realizou dia 26 de junho, em São Paulo, Assembleia Geral para apresentar a reforma do estatuto da entidade e a eleição do Conselho de Administração, que terá como presidente Manoel Cintra.

      Experiente executivo do mercado financeiro, com passagem por diversos bancos, ex-presidente da BM&FBovespa e atual sócio-presidente do conselho administrativo do Banco Indusval & Partners, Manoel Cintra inicia a gestão da Associação “É com grande alegria que assumo a responsabilidade de conduzir a atuação da ABBC nas discussões para o progresso e o desenvolvimento do mercado bancário nacional”, afirmou Manoel Cintra, ressaltando que seu principal objetivo nesse momento é realizar os esforços necessários para dar prosseguimento aos planos e projetos que vem sendo desenvolvidos pela Associação.

      A ABBC completa um importante ciclo de atuação, com grandes avanços obtidos nos últimos anos, destacando os serviços de compensação de documentos oferecidos a mais de 100entidades , além da posição alcançada pela Associação como representante das instituições financeiras de pequeno e médio portes.

      “Um dos princípios da ABBC é garantir uma gestão estratégica e de sustentação aos seus associados. Ao longo desses dois mandatos, desenvolvemos uma excelente atuação no mercado financeiro e, consequentemente, obtivemos o respeito e reconhecimento da sociedade”, afirmou Renato Oliva, que esteve à frente da entidade desde o final de 2008.

      O Conselho de Administração estará representado por 13 membros titulares e 3 suplentes. Nos próximos dias, o Conselho de Administração elegerá os diretores, que assumirão e conduzirão assuntos específicos para cada segmento do mercado. A Assembleia teve expressivo quórum, aprovando por unanimidade todos os assuntos em pauta.

  77. 28/06/2013 - Newsletter Econômico Financeira - Junho

    1. Data: 28/06/2013

      Descrição:

      A ABBC – Associação Brasileira de Bancos divulga a Newsletter Econômico Financeira referente ao mês de junho.


      Trata-se de uma análise produzida pela Assessoria Econômica da ABBC, contendo uma seleção de notícias sobre regulação, assuntos em destaque, leituras sugeridas e as principais notícias do período para a indústria bancária.


      Nessa edição, destacamos os impactos de Basileia III no sistema financeiro e o anteprojeto de lei para os regimes de resolução. Entre as leituras sugeridas está o artigo de Simon Johnson, - Ex-economista-chefe do FMI, professor da MIT Sloan e membro sênior do Peterson Institute for International Economics, que faz uma análise sobre reforma financeira e a concentração bancária: ou o tamanho dos bancos será delimitado ou o sistema rumará para uma nova crise.


      Abordamos também o artigo de Charles Calomiris, Professor de Instituições Financeiras da Columbia Business School e Visiting Scholar no departamento de pesquisa do FMI, apontando que os grandes bancos possuem capacidades e habilidades para atender as necessidades das empresas internacionais que não seriam atendidas de outra forma.
      A edição contempla também comentários da Assessoria Econômica sobre o papel e a função das instituições financeiras denominadas como “grandes demais para quebrar”.


      Para ter acesso às informações na íntegra, acesse aqui

  78. 21/06/2013 - ABBC promove encontro com ex-presidentes da associação

    1. Data: 21/06/2013

      Descrição:

      “O encerramento dos eventos de 30 anos da ABBC - Associação Brasileira de Bancos foi marcado por um importante almoço, no dia 13 de junho, no Hotel Emiliano, em São Paulo, com a presença de diretores e conselheiros que homenagearam os ex-presidentes da entidade.”

       

      Na ocasião, os executivos que estiveram à frente da gestão da ABBC nos últimos mandatos receberam uma gravação em placa de prata em reconhecimento à dedicação e aos respectivos projetos desenvolvidos. “É fundamental valorizarmos nossa história, e isso inclui aqueles que ajudaram a construí-la. Cada um dos nossos ex-presidentes foi responsável por uma etapa dessa trajetória”, afirmou Renato Oliva, atual presidente da associação, durante a abertura do encontro.

      Entre outros temas destacados, Renato Oliva comentou a evolução da ABBC em aspectos cruciais como patrimonial, financeiro e econômico, destacando o serviço de compensação – atualmente com 103 instituições usuárias – e a plataforma de negociação e distribuição de ativos de renda fixa, que entrará em operação nos próximos meses.

  79. 03/06/2013 - Confira os cursos que serão oferecidos pela ABBC em junho

    1. Data: 03/06/2013

      Descrição:

      No próximo mês a ABBC oferecerá 17 cursos e treinamentos voltados ao mercado financeiro, que abrangem aspectos de legislação, serviços e boas práticas. Os temas são escolhidos com foco na capacitação dos profissionais e integrantes do Sistema Financeiro Nacional.

      Os cursos acontecem em São Paulo, Belo Horizonte e em Brasília.

       

      Data/Início Curso/Treinamento Instrutor
      05 e 06 Fundos de Investimento Claudio Juchem e Ricardo Chagas Cruz
      06 Prevenção à Fraudes e Análise de Documentos (Documentoscopia) Manoel Affonso
      10 Atualização em Ouvidoria segundo requisitos da Resolução nº 3.849 - CMN Sueli Renberg
      10 e 11 Monitoramento do Sistema de Controles Internos Mário Sérgio Ribeiro
      11 a 14 Especialização em Prevenção aos crimes de Lavagem de Dinheiro e Financiamento do Terrorismo Atualizado de acordo com a Lei 12.683/12 e novas normas do BC, CVM e Susep Alexandre Botelho
      11 Grafoscopia na Detecção de Fraudes em Assinaturas Rita A. Gallego dos Santos
      13 e 14 Demonstrações Financeiras em IFRS para Analistas de Crédito / Mercado FBM - Ana Lacanna, Renan Rocha e Danielle Dias
      17 Atualização em Ouvidoria segundo requisitos da Resolução nº 3.849 - CMN Sueli Renberg
      17 e 18 Tributação no Mercado Financeiro e de Capitais Claudio Juchem
      19 Hedge Accounting - Contabilidade de Operações de Hedge (Circular 3.082 do BACEn, CPC38 e IAS 39) Fernando Caio Galdi
      19 Práticas de Gestão de Risco Operacional Ricardo Maciel Gazoni
      20 e 21 O Ciclo do Crédito - Da Concessão à Recuperação Cláudio Paiva e João Luiz Chela
      25 a 28 Especialização em Prevenção aos crimes de Lavagem de Dinheiro e Financiamento do Terrorismo Atualizado de acordo com a Lei 2.683/12 e novas normas do BC, CVM e Susep Alexandre Botelho
      27 Resolução 3.533 do BACEN - Contabilidade e evidenciação de operações de transferência ou venda de ativos financeiros Fernando Caio Galdi
      27 e 28 Risco Operacional - Medição e Gerenciamento Mário Sérgio Ribeiro
      28 Cadastro Corporativo - Cadastro de Clientes FBM - Reinaldo Molina

       

      Fique atento às datas de inscrição e, para mais informações, visite a página de cursos no site da ABBC ou entre em contato com a Área de Educação | e-mail educacional@abbc.org.br ou telefone (11) 3288-1688.

       

  80. 28/05/2013 - ABBC apoia o 1º Congresso Internacional de Compliance

    1. Data: 28/05/2013

      Descrição:

      A ABBC irá apoiar o 1º Congresso Internacional de Compliance, que acontece dia 28 de maio no Hotel Renaissance, em São Paulo.

      Promovido por World Compliance e a LEC - Legal, Ethics & Compliance, trata-se do primeiro congresso sobre o tema a ser realizado no Brasil. Palestrantes nacionais e internacionais dos maiores players do mercado falarão sobre Compliance, Corrupção e Ética.

      Entre as empresas confirmadas para o encontro estão Phillips do Brasil, Grupo Bradesco de Seguros e Previdência, Banco Barclays S.A, Novartis, Liberty Seguros, Oracle e Nextel.

      Data: 28/05/2013
      Horário: das 8h30 às 18h30
      Local: Hotel Renaissance - Alameda Santos, 2233 – Jardim Paulista – São Paulo/SP

      Para mais informações, acesse o site www.congressodecompliance.com.br.

  81. 17/05/2013 - ABBC participa de evento do Banco Central do Brasil sobre Regimes de Resolução

    1. Data: 17/05/2013

      Descrição:

      A ABBC esteve nos dias 6 e 7 de maio no Seminário Internacional sobre Regimes de Resolução do Sistema Financeiro. Tendo como pano de fundo os desdobramentos da grande crise financeira, os avanços internacionais recentes sobre a matéria e o estágio atual do SFN, o seminário procurou discutir as perspectivas para a evolução e aperfeiçoamento da estrutura legal e regulamentar aplicável aos regimes ordinários, legais, infralegais e extrajudiciais aos quais presentemente se sujeitam as instituições financeiras e demais entidades autorizadas a funcionar pelo Banco Central.

      O evento foi realizado no auditório do edifício-sede do Banco Central do Brasil, em Brasília, e contou com a participação de Everton Gonçalves, Economista Chefe da ABBC: “Foi uma grande oportunidade para entender os objetivos do anteprojeto de lei, criado pelo Banco Central, e a forma como outras jurisdições estão abordando o tema Resolução Bancária. Sem dúvidas, o novo arcabouço incorporará aspectos importantes, como a segurança jurídica, estabilidade financeira, minimização de eventuais externalidades negativas e a preservação dos valores dos ativos”, reforçou Everton.

  82. 03/05/2013 - ABBC participa de reunião com Departamento de Atendimento Institucional do Banco Central do Brasil

    1. Data: 03/05/2013

      Descrição:

      A ABBC – Associação Brasileira de Bancos participou no dia 25 de abril de 2013 da apresentação de projetos que estão sendo desenvolvidos pelo Departamento de Atendimento Institucional do Banco Central, em São Paulo.


      O Banco Central do Brasil vem adotando medidas com o intuito de promover maior interação entre as instituições integrantes do Sistema Financeiro Nacional (SFN) e a sociedade. Cientes da representatividade da ABBC no setor, a associação foi convidada para participar da efetivação das medidas que estão sendo adotadas.


      Entre os projetos apresentados encontram-se:


      · A disponibilização de dados por meio eletrônico para permitir o acesso a registros pessoais a todo cidadão que possua relacionamento com instituições financeiras;
      · O aperfeiçoamento do processo de atendimento a denúncias e reclamações registradas no Banco Central ;
      · A revisão do ranking das instituições mais reclamadas, cujo objetivo é implementar alterações propostas internamente e apresentadas pelas entidades de classe do SFN.

  83. 02/05/2013 - Confira os cursos oferecidos pela ABBC em maio de 2013

    1. Data: 02/05/2013

      Descrição:

      Para sempre alcançar a constante capacitação dos profissionais e integrantes do Sistema Financeiro Nacional (SFN), a ABBC oferece em maio cursos e treinamentos que incluem importantes aspectos de legislação, serviços e boas práticas.
       
      Os cursos são ministrados na sede da ABBC, localizada na Avenida Paulista, 949 – 6º andar – São Paulo – SP.
       
      Veja a seguir os temas que serão abordados no próximo mês e as datas disponíveis:
       
      Data/Início
      Curso/Treinamento
      Instrutor
      13 e 14.05.2013
      Auditoria em Tecnologia da Informação
      Mário Sérgio Ribeiro
      16.05.2013
      Fundos e Planos de Previdência Privados - PGBL e VGBL
      Claudio Juchem e
      Izildinha Tozetto
      16 e 17.05.2013
      IFRS aplicado a Instituições Financeiras
      FBM - Everton Vieira e Fabrícia Cabral
      17.05.2013
      Contabilidade de Instrumentos Financeiros e Derivativos
      (CPC38, CPC39, CPC40, OCPC3 e IFRS9)
      Fernando Caio Galdi
      23 e 24.05.2013
      Gestão da Segurança da Informação
      Mário Sérgio Ribeiro
       
       
       
      Fique atento às datas de inscrição de cada treinamento.
       
      Para mais informações, visite a página de cursos no site da ABBC  ou entre em contato com a Área de Educação | e-mail educacional@abbc.org.br ou telefone (11) 3288-1688.

       

  84. 24/04/2013 - Newsletter Econômico Financeira - Abril

    1. Data: 24/04/2013

      Descrição:

      A ABBC – Associação Brasileira de Bancos acaba de divulgar a Newsletter Econômico Financeira, edição referente ao mês de abril. Trata-se de uma análise produzida pela Assessoria Econômica da ABBC, contendo uma seleção de notícias sobre regulação, assuntos em destaque, leituras sugeridas e as principais notícias do período para a indústria bancária.

      Em um momento em que as tendências econômicas são de difícil diagnóstico, deve-se considerar que o comportamento da inflação tornou prudente a opção do Banco Central em adiar um novo ciclo e minimizar o grau de aperto monetário.

      Entre os principais responsáveis pela inflação distante da meta estão os mecanismos de indexação de preços, a fraca recuperação da economia dos países avançados – que ainda afetará importantes variáveis nos emergentes –, a expansão de setores com grande uso de mão de obra, o aumento dos preços dos alimentos e a desvalorização cambial.

      Em curto prazo, a taxa de câmbio teve impacto deflacionário nos últimos anos e a manutenção de um câmbio real favoreceu a expansão da demanda por mão de obra, criando uma pressão salarial que reflete nos demais setores. Dessa forma, a inflação de serviços dificilmente cairá sem impactar o emprego. Uma política monetária mais ativa poderia minimizar esses efeitos, porém a um custo social elevado.

      Para ter acesso às informações na íntegra, acesse aqui

  85. 26/04/2013 - Participação da ABBC em workshop sobre Basileia III no Banco Central

    1. Data: 26/04/2013

      Descrição:

      No dia 22 de abril, os associados da ABBC – Associação Brasileira de Bancos participaram do workshop promovido pelo Banco Central que abordou a implantação das recomendações de Basileia III no Brasil. As novas regras buscam aperfeiçoar a capacidade das instituições financeiras de absorver choques, fortalecendo a estabilidade financeira e a promoção do crescimento econômico sustentável.

      O encontro teve o intuito de esclarecer e uniformizar o entendimento sobre os novos normativos, principalmente no que se refere às novas definições e requerimentos de capital, ao conceito de conglomerado prudencial e à alocação de capital para risco de crédito.

      “Foi uma excelente oportunidade para que os profissionais das áreas técnicas pudessem transmitir ao regulador as suas dúvidas e interpretações acerca do elenco de normativos do Conselho Monetário Nacional e do Banco Central”, destacou Everton Gonçalves, economista-chefe da ABBC, ressaltando a participação maciça das instituições filiadas que reforçou a representatividade da associação no setor.

  86. 25/04/2013 - ABBC apoia a Conferência Latino Americana em Small & Medium Enterprise Banking realizada pelo IFC

    1. Data: 25/04/2013

      Descrição:

      ABBC – Associação Brasileira de Bancos apoia a Conferência Latino Americana em Small & Medium Enterprise Banking, realizada pelo IFC/Banco Mundial nos dias 25 e 26 de abril em São Paulo.
      A conferência focará o tema da expansão da oferta bancária no segmento de pequenas e médias empresas, com participação de executivos do setor bancário, autoridades reguladoras do setor financeiro. Especialistas e palestrantes internacionais, executivos da International Finance Corporation e empresários, irão discutir oportunidades e desafios do referido segmento.

      Para obter mais informações e realizar sua inscrição no evento, acesse o website da conferência (http://www.lacsmebankingconference.org/). Inscrições poderão também ser feitas encaminhando nome e e-mail dos participantes para Daniela Abreu (dabreu@ifc.org) e Alexandre Darzé(adarze@ifc.org).

       

      Data: 25 e 26 de abril
      Local: Hotel Gran Estanplaza – Rua Arizona, 1517 – Brooklin, São Paulo SP
      Evento Gratuito.

       

      Clique no download abaixo para acessar a agenda atualizada da Conferência.

      Download informações
  87. 09/04/2013 - ABBC apoia o Seminário Conversibilidade do Real

    1. Data: 09/04/2013

      Descrição:

      A ABBC – Associação Brasileira de Bancos apoia o Seminário “Conversibilidade do Real – Livre Conversibilidade: Oportunidade ou Risco Desnecessário?”, a ser realizado pela Fecomercio no dia 9 de abril, em São Paulo.

       

      No seminário, o professor e economista Roberto Troster falará sobre a atual situação cambial e os fluxos de reservas entre o Brasil e o mundo. Trata-se de tema especialmente oportuno, considerando os eventos previstos para os próximos anos, tais como Olimpíadas, Copa do Mundo e Jornada Mundial da Juventude.

       

      Data: 9 de abril de 2013

      Horário: das 9h às 12h

      Local: Fecomercio – Rua Dr. Plínio Barreto, 285 – Bela Vista – São Paulo – SP

      Estacionamento no local

       

      Confirme a sua participação através e-mail fecomercio@cardseventos.com.br ou telefone (11) 3078-7592

  88. 21/03/2013 - ABBC comemora 30 anos com evento em São Paulo

    1. Data: 21/03/2013

      Descrição:

      Para celebrar 30 anos de fundação, a ABBC – Associação Brasileira de Bancos realizou ontem, dia 21 de março, um evento comemorativo no Hotel Renaissance, com a presença de autoridades, reguladores, personalidades do mercado financeiro, associados, clientes e jornalistas do setor.
       

      Participou do evento o Ministro Presidente do Banco Central do Brasil, Alexandre Tombini, que destacou em discurso a importância dos bancos de pequeno e médio porte, segmento que representa 18% dos ativos do sistema financeiro. Citou que nos últimos sete anos o país enfrentou profunda transformação no sistema financeiro, com a ampliação do mercado de crédito e da base de clientes bancários, o que contribuiu para a expressiva redução da pobreza e da desigualdade social.
       

      “A ABBC foi sempre uma importante parceira. Tem, com o Banco Central, um canal aberto e permanente de diálogo franco. É uma associação ativa, que apresenta propostas e participa dos debates visando o aperfeiçoamento da regulação financeira. Por isso, considero que a ABBC tem cumprido o seu papel de representar seus mais de oitenta associados, contribuindo de forma decisiva para o fortalecimento do nosso sistema financeiro e para o desenvolvimento
      econômico sustentável do Brasil”, disse Tombini.
       

      Também estiveram no evento o presidente da Desenvolve SP, Milton Luiz de Melo Santos – representando o governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin; a vice-prefeita da Cidade de São Paulo, Nádia Campeão, representando o Prefeito Fernando Haddad; e o presidente em exercício da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), Otávio Yazbek.
       

      A cerimônia teve como objetivo festejar as realizações, contribuições para o Sistema Financeiro Nacional e transformações das quais a Associação participou em três décadas de história. Os convidados receberam na ocasião o livro comemorativo, que reúne informações desde o início dos anos 1980, época em que a associação foi fundada, até os dias de hoje, apontando tendências e desafios no âmbito macroeconômico.


      Fundada em março de 1983, a ABBC - Associação Brasileira de Bancos surgiu para contribuir com o Sistema Financeiro Nacional e, dessa forma, gerar benefícios a seus associados e à sociedade em geral, agindo no sentido de colaborar no desenvolvimento sustentável do Brasil. Hoje é uma entidade consolidada no setor financeiro e referência na oferta de cursos e serviços compartilhados.

       

         
       
         
  89. 07/04/2013 - Confira os cursos oferecidos pela ABBC em abril

    1. Data: 07/04/2013

      Descrição:

      Buscando a constante capacitação dos profissionais e integrantes do Sistema Financeiro Nacional (SFN), a ABBC oferece em abril cursos e treinamentos que incluem diversos aspectos essenciais de legislação, serviços e boas práticas.

      Os cursos acontecem em Brasília, Porto Alegre e na sede da ABBC em São Paulo - Avenida Paulista, 949 – 6º andar.
       

      Veja a seguir a data do início dos cursos:

      Data início Curso/Treinamento Instrutor
      08 e 09/04 Análise Gerencial de Produtos Bancários Hélène M. Odile de Richter
      08 e 09/04 Plano de Continuidade de Negócios Mário Sérgio Ribeiro
      10 e 11/04 Capacitação e Certificação em Ouvidoria segundo requisitos da Resolução n° 3.849 - CMN Sueli Renberg
      11 e 12/04 Basileia III - Fundamentos e Aspectos Práticos das Novas Exigências de Capital FBM - Nayra Savordelli, Marcelo Kiomi e Thiago Escrivão
      12/04 Atualização em Ouvidoria segundo requisitos da Resolução n° 3.849 - CMN Sueli Renberg
      15 e 16/04 Fundos de Investimento Claudio Juchem e Ricardo Chagas Cruz
      18 e 19/04 Auditoria do Sistema de Gestão da Segurança da Informação Mário Sérgio Ribeiro
      19/04 Redes Sociais e as Instituições Financeiras FBM - Cris Muniz
      25/04 Contabilidade Bancária - BACEN GAAP (COSIF) Fernando Caio Galdi
      25 e 26/04 Técnicas de Prevenção, Detecção e Investigação de Fraudes Corporativas Mário Sérgio Ribeiro



      As inscrições devem ser feitas com uma semana de antecedência. Para mais informações, visite a área de cursos ou entre em contato com a Área de Educação - educacional@abbc.org.br ou pelo telefone (11) 3288-1688.

  90. 01/04/2013 - ABBC e Serasa Experian promovem evento de Responsabilidade Socioambiental

    1. Data: 01/04/2013

      Descrição:

      A ABBC – Associação Brasileira de Bancos e a Serasa Experian promoveram o evento Responsabilidade Socioambiental das Instituições Financeiras no Novo Cenário Regulatório, realizado no Hotel Pullman, dia 26 em São Paulo.

      O evento reuniu representantes dos principais bancos do país e teve como objetivo esclarecer acerca da minuta de regulamentação do Banco Central do Brasil, contido no Edital de Audiência Pública 41 de 13/06/12, que estabelece a necessidade de os bancos criarem suas políticas de responsabilidade socioambiental.

      Renato Oliva, presidente da ABBC, fez a abertura do evento, juntamente com Laercio de Oliveira, Presidente da Unidade de Negócios de Crédito da Serasa Experian. Após a abertura, o chefe do Departamento de Normas do Sistema Financeiro (Denor) do Banco Central, Sergio Odilon dos Anjos, fez uma apresentação e reforçou que ao serem induzidas boas práticas socioambientais, as instituições influenciam positivamente a sociedade.

      Ao final, foi realizado um painel com participantes para mostrar as melhores práticas do mercado.

      Clique no download abaixo para acessar a apresentação do Sr. Sergio Odilon dos Anjos.

      Download informações
  91. 14/03/2013 - ABBC lidera ranking de projeções

    1. Data: 14/03/2013

      Descrição:

      A ABBC – Associação Brasileira de Bancos foi novamente reconhecida pela excelência das projeções na pesquisa de expectativas de mercado do Departamento de Relacionamento com Investidores e Estudos Especiais (GERIN) do Banco Central do Brasil.

      Na edição de Fevereiro de 2013, a Associação liderou o ranking das projeções no médio prazo do IGP-M, além de figurar entre as instituições de melhor performance no IGP-DI e na taxa de câmbio (3º e 4º lugares).

      Para ter acesso ao conteúdo completo da pesquisa, clique aqui.

  92. 08/03/2013 - Newsletter Econômico Financeira - Fevereiro

    1. Data: 08/03/2013

      Descrição:

      A ABBC – Associação Brasileira de Bancos acaba de divulgar a Newsletter Econômico Financeira, edição referente ao mês de fevereiro. Trata-se de uma análise produzida pela Assessoria Econômica da ABBC, contendo uma seleção de notícias sobre regulação, assuntos em destaque, leituras sugeridas e as principais notícias do período relevantes à indústria bancária.

      Esta edição traz uma compilação de um extenso rol de atos regulatórios referentes à implantação das recomendações de Basileia III. É também abordado o Projeto "Otimiza BC", que visa reduzir os custos operacionais e de observância do sistema financeiro. Foram selecionados artigos que versam sobre temas importantes para a indústria bancária, como os efeitos das recuperações judiciais e a recente decisão do STJ acerca das cessões fiduciárias no mercado de crédito, bem como a multiplicidade global de modelos regulatórios. Por fim, é apresentada uma análise acerca da possibilidade de existência de uma bolha no mercado imobiliário brasileiro.

      Para ter acesso às informações na íntegra, acesse aqui

  93. 26/03/2013 - Evento - Análise Socioambiental no novo cenário regulatório

    1. Data: 26/03/2013

      Descrição:

      Visando a capacitação dos profissionais e integrantes do Sistema Financeiro Nacional (SFN), a ABBC – Associação Brasileira de Bancos e a Serasa Experian reunirão, no dia 26 de março, executivos do setor bancário para esclarecer dúvidas sobre a resolução que estabelece a responsabilidade socioambiental dentro das instituições financeiras.

       

      Além da palestra, realizada pelo chefe do Departamento de Normas do Sistema Financeiro (Denor) do Banco Central, Sr. Sergio Odilon dos Anjos no Hotel Pullman, o evento contará com apresentações das soluções Serasa Experian para análise socioambiental e painel sobre o Gerenciamento do Risco Socioambiental na Concessão de Crédito com as Instituições Financeiras.

       

      O evento é gratuito e será ministrado no Hotel Pullman – Rua Joinville, 515 Ibirapuera – das 8h15 às 12h.


      Clique aqui para acessar a apresentação do Sr. Christopher Wells

      Clique aquipara acessar a apresentação do Sr. Roberto Dumas 
       

      Para mais informações, acesse aqui ou mande um e-mail para educacional@abbc.org.br.

       

      Inscreva-se aqui  até o dia 18/03/2013.

       

      Contamos com sua presença!

       

      ABBC e Serasa Experian

  94. 01/03/2013 - ABBC participa de discussões sobre Sistema de Cobrança

    1. Data: 01/03/2013

      Descrição:

      A ABBC – Associação Brasileira de Bancos está participando ativamente das discussões, por meio de grupos de trabalho, sobre o Sistema de Cobrança e as orientações técnicas para a emissão de boletos pelas instituições financeiras.

      Colaboradores da ABBC participam também do CENECOMP - Centro Nacional de Estudos de Compensação, grupo constituído por especialistas em Compensação de diversas instituições, organizado pela FEBRABAN para promover estudos e sugerir melhorias tecnológicas e operacionais.

      Em 6 de junho de 2012, o Banco Central divulgou a circular nº 3.598 com o objetivo de fomentar a concorrência entre as instituições financeiras, agilizar o processo de liquidação de títulos com disponibilização imediata para os beneficiários dos valores recebidos e proteger os cidadãos com distinção de boletos de dívida e oferta/ serviço. Até então, consumidores poderiam ser levados a pagar boletos de oferta indevidamente com receio de que o não pagamento seria passível de protesto, cobrança judicial e inclusão de nome em cadastros de restrição ao crédito.

      Algumas inovações vigentes desde a publicação da circular 3.598:
      • Os boletos de oferta devem conter a informação da não obrigatoriedade do pagamento e que o não pagamento não implicará em protestos, cobranças judiciais ou extrajudiciais e nem na inclusão do nome do destinatário em cadastro de restrição ao crédito.
      • Todas as instituições financeiras participantes do Sistema de Transferência de Reservas (STR) foram autorizadas a emitir boleto de cobrança, ampliando a competição no mercado financeiro.
      • Para cobranças com valores acima de R$ 250 mil, a partir de 22 de abril de 2013 os recursos ficarão disponíveis ao beneficiário/ cedente no mesmo dia da liquidação pelo pagador/sacado

      Dessa forma, a ABBC se coloca à disposição das Instituições Financeiras para implementar as alterações no Sistema de Cobrança.

      Contato
      Paulo Souza | psouza@abbc.org.br
      Telefone | 11 3288-1688

  95. 05/03/2013 - ABBC organiza grupo de trabalho para discutir Cadastro Positivo

    1. Data: 05/03/2013

      Descrição:

      A ABBC – Associação Brasileira de Bancos formou um grupo de trabalho com a finalidade de orientar instituições financeiras, bancos e cooperativas para as definições presentes na regulamentação do Cadastro Positivo.

      Após a Resolução 4.172/2012 do Banco Central, as instituições por ele regulamentadas têm até o dia 01 de agosto de 2013 para estarem aptas a seguirem as disposições e transmissão de informações para alimentar o cadastro. Os testes homologatórios estão previstos para início em 1º de Julho de 2013.

      Em 2012 foi regulamentada a atuação dos bancos de dados no Cadastro Positivo e definido o processo de prestação de informações sobre os clientes bancários.

      Com isso, a ABBC passou a discutir o assunto e se coloca à disposição das instituições para orientar e atender às dúvidas sobre as regras.

      Contato
      Paulo Souza | psouza@abbc.org.br
      Telefone | 11 3288-1688

  96. 27/02/2013 - ABBC participa de lançamento do Otimiza BC

    1. Data: 27/02/2013

      Descrição:

      No dia 19 de fevereiro a ABBC - Associação Brasileira de Bancos esteve no lançamento oficial do Programa “Otimiza BC”, em Brasília, que visa reduzir os custos operacionais e de observância do Sistema Financeiro. A Associação foi representada por Renato Oliva e Carlos Eduardo Lofrano, presidente e diretor executivo, respectivamente.

      “O programa é absolutamente importante não apenas pela racionalidade que busca alcançar, mas pela redução significativa nos custos de observância regulatória que deverá implicar”, reforçou Lofrano.

      A participação da ABBC no programa, assim como das demais instituições, consistirá na organização de grupos de discussão no âmbito das respectivas comissões técnicas, com vistas à formulação de sugestões para análise do Banco Central.

      O programa, de caráter permanente, espera receber a contribuição de bancos e demais instituições financeiras, com sugestões de medidas voltadas para o aprimoramento do processo de governança de informações. “O mais importante é a efetiva participação dos nossos associados nos grupos de trabalho e demais fóruns de discussão organizados para tal finalidade”, ressaltou Lofrano.

      Em agosto de 2012, após convocação do Banco Central e apresentação da ideia do programa, a ABBC foi consultada como uma das entidades representativas do Sistema Financeiro Nacional para fazer parte do diagnóstico da ação. “Constituímos um grupo de trabalho para debater ideias de simplificação de processos e informações e apresentamos uma série de sugestões que fizeram parte das novas medidas que o programa traz”, explicou Lofrano.

      Para conhecer as novas medidas imediatas editadas pelo Otimiza BC, acesse aqui.

       

  97. 01/03/2013 - Confira os cursos oferecidos pela ABBC em março de 2013

    1. Data: 01/03/2013

      Descrição:

      Buscando a constante capacitação dos profissionais e integrantes do Sistema Financeiro Nacional (SFN), a ABBC oferece no mês de março cursos e treinamentos que incluem importantes aspectos de legislação, serviços e boas práticas.
      Os cursos são ministrados na sede da ABBC, localizada na Avenida Paulista, 949 – 6º andar – São Paulo – SP.

      Veja a seguir os cursos que serão realizados de 5 a 28 de março e datas disponíveis:

      Data/Início
      Curso/Treinamento
      Instrutor
      05.03
      Mercado Financeiro:
      Produtos e Serviços
      Hélène M. Odile de Richter
      07.03
      Prevenção a Fraudes e
      Análise de Documentos (Documentoscopia)
      Manoel Affonso
      11 e 12.03
      Risco Operacional:
      Medição e Gerenciamento
      Mário Sérgio Ribeiro
      11 e 18.03
      Risco de Crédito de Contraparte
      Uma Introdução a CVA - "Credit Value Adjustment"
      Cláudio Paiva e
      João Luiz Chela
      12.03
      Grafoscopia
      Rita Amabile Gallego dos Santos
      18 e 19.03
      Tributação no Mercado Financeiro
       e de Capitais
      Claudio Juchem
      20 e 21.03
      Certificação em Ouvidoria - Código de Defesa do Consumidor, Mediação e Ética - Resolução nº 3.849 - CMN
      Sueli Renberg
      21 e 22.03
      Governança de Tecnologia da Informação
      Mário Sérgio Ribeiro
      22.03
      Hedge Accounting - Contabilidade de Operações de Hedge (Circular 3.082 do BACEN, CPC38 e IAS 39)
      Fernando Caio Galdi
      25 a 28.03
      Especialização em Prevenção aos crimes de Lavagem de Dinheiro e Financiamento do Terrorismo - De acordo com a Lei 12.683/12 e novas normas do BC, CVM, Susep e Coaf
      Alexandre Botelho
       
       
       
       
       
       
       
       
       
       
       
       
       
       
       
       
       
       
       
       
       
       
       
       
       
       
      Para mais informações, visite a área de cursos clique aqui ou entre em contato com a Área de Educação - educacional@abbc.org.br ou pelo telefone (11) 3288-1688.
  98. 22/02/2013 - Bancos do Sudão e Tanzânia visitam a ABBC

    1. Data: 22/02/2013

      Descrição:

      Nos dias 29 e 31 de janeiro a ABBC – Associação Brasileira de Bancos recebeu delegações de Sudão e Tanzânia em sua sede. Os objetivos das visitas foram buscar parcerias no Brasil e promover uma troca de experiências do serviço bancário entre os países.

      Para a comitiva do Omdurman National Bank, maior banco do Sudão, a visita permitiu demonstrar o interesse em parcerias com bancos brasileiros e desenvolver algumas linhas novas de cooperação com o Brasil no setor. Estiveram presentes o Embaixador da República do Sudão, Sr. Abd Elghani Elnaim Awad Elkarim, o CEO do Omdurman National Bank, Sr. Abd Alrahman Hassan Abd Alrahman, e o Executivo de Relações Governamentais da Câmara de Comércio ÁrabeBrasileira, Sr. Tamer Fawzy Mansour. Nesta reunião ficou estabelecido que a ABBC desenvolverá junto aos seus Associados uma agenda para discussão das oportunidades com o Embaixador do Sudão Sr. Elkarim e representantes dos Bancos Sudaneses.

      O CRDB PLC, o maior banco comercial na Tanzânia, atende aos diferentes segmentos da população do país e, além dos serviços regulares, tem proporcionado serviços de Microfinanças desde o ano 2000. Em segundo encontro com a ABBC, representantes do CRDB PLC tiveram interesse em discutir sobre crédito consignado e em como a modalidade é oferecida aos clientes com menor renda, para uma troca de experiências em relação ao atendimento e às ferramentas implantadas, bem como os produtos e serviços financeiros focados nesse público. Participou da reunião um grupo de 15 executivos do banco, incluindo o CEO Charles Kimei e membros da diretoria. A ABBC se colocou a disposição para continuar as trocas de experiências com os representantes da instituições financeiras da Tanzânia.
       

       


Endereço:
Av. Paulista, 949 - 6º andar
Bela Vista - CEP: 01311-100
São Paulo - SP
Telefone: (5511) 3288-1688
Fax: (5511) 3288-3390