Você está em: Assessoria Econômica > ABBC Destaca

Assessoria Econômica

ABBC Destaca

Comportamento Semanal de Mercado - 18 a 25 de agosto de 2017

Persiste o ajuste nas transações correntes
 
Na semana, apesar do anúncio do programa de leilões e concessões por parte do Governo Federal, a taxa de câmbio do real descolou-se dos seus pares emergentes, depreciando-se frente ao dólar, que encerrou cotado a R$ 3,16. No exterior, o retorno dos títulos de 10 anos do FED apresentou uma redução de 0,02 p.p. na semana para 2,17% a.a.. Ainda no ambiente internacional, observou-se uma redução da aversão ao risco, com o CDS para a economia brasileira reduzindo-se em seis pontos, para 197 pts.. O IPCA-15 de agosto cresceu 0,35%, com o efeito das altas nos combustíveis e na tarifa de energia elétrica. Em 12 meses, o indicador encerrou com uma alta de 2,7% – ainda abaixo do piso da meta. A arrecadação federal prossegue em ritmo fraco, com redução na margem para o Imposto de Renda, IPI e PIS/Cofins. Do lado da dívida pública federal, o destaque fica para a redução do custo médio de emissão em 2,34 p.p. no ano para 11,4% a.a.. Com o déficit de US$ 3,4 bilhões no saldo em transações correntes para o mês de julho, se mantém o processo de ajuste externo, com o acumulado em 12 meses reduzindo-se para um déficit de US$ 13,8 bilhões, ou 0,7% do PIB. Montante este facilmente coberto pelos investimentos diretos no país. Finalizando, o indicador de demanda por crédito, elaborado pela Serasa Experian, apontou, na margem, elevação para empresas (6,6%) e queda para os consumidores (-1,6%). Contudo, em 12 meses, os sinais são invertidos (-3,0% e 4,7%, respectivamente).
 
Para ler na íntegra, clique aqui.

Endereço:
Av. Paulista, 949 - 6º andar
Bela Vista - CEP: 01311-100
São Paulo - SP
Telefone: (5511) 3288-1688
Fax: (5511) 3288-3390